Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Dolamin Flex

14 ofertas
Farmoquímica
Item-1 Princípio ativo: cloridrato de lisina+cloridrato de ciclobenzaprina Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: Tratamento da dor de origem músculo-esquelética, principalmente quando acompanhada de contratura muscular.

Contra-Indicações: - Pacientes com antecedentes de asma ou espasmo dos brônquios, pólipos nasais, reações alérgicas ou urticária ocasionados pela administração de ácido acetilsalicílico (aspirina) ou outros antiinflamatórios não esteróides.
- Pacientes em tratamento com medicamentos inibidores da monoamino oxidase (IMAO) até duas semanas depois de sua suspensão.
- Infarto agudo do miocárdio recente, insuficiência cardíaca, arritmias, bloqueio de ramo ou transtornos da condução.
- Hipertireoidismo.
- Gravidez.
- Lactação.
- Pacientes abaixo de 15 anos.
- Hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Interação: Anticoagulantes orais, ticlopidina, heparina (administração sistêmica) e trombolíticos aumenta o risco de hemorragia.
Aumentam a concentração de lítio.
Pode aumentar a toxicidade hematológica de metotrexate.
Outros antiinflamatórios não esteróides, incluindo o ácido acetilsalicílico em doses altas, pode aumentar o risco de úlcera do estômago, do duodeno e hemorragias.
Anti-hipertensivos (ex: betabloqueadores, inibidores da ECA, vasodilatadores, diuréticos) causam diminuição da eficácia anti-hipertensiva por inibição das prostaglandinas vasodilatadoras.
O efeito anti-hipertensivo da guanetidina pode ser bloqueado.

Posologia: Um comprimido 3 vezes ao dia.
A dose máxima diária é de seis comprimidos.

Classe Terapêutica: Antiinflamatório

Categorias: Dor e Contusão, Relaxante Muscular

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.