Logo

Consulta Remédios

7896023701436

Elixir Paregorico

14 ofertas
Catarinense
Item-1 Princípio ativo: tintura de opio Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: - É indicado para o alívio sintomático da tosse em lactentes e crianças, nas seguintes condições: resfriados comuns, bronquite aguda e crônica, asma alérgica, bronquiolite, "crupe" e traqueobronquite.

Contra-Indicações: Pacientes com conhecida hipersensibilidade à pseudoefedrina ou triprolidina, ou qualquer outro componente da fórmula.
- Pacientes portadores de hipertensão ou doença arterial coronariana grave.
- Pacientes em tratamento com furazolidona.
- cientes que estejam tomando ou tenham tomado, nas duas semanas precedentes, inibidores da monoaminoxidase.

Interação: - O uso concomitante com outros agentes simpaticomiméticos, tais como os descongestionantes, os antidepressivos tricíclicos, os supressores do apetite e os psico-estimulantes do tipo das anfetaminas, ou com os inibidores da monoaminoxidase que interferem no catabolismo das aminas simpaticomiméticas, pode ocasionalmente causar uma elevação na pressão arterial.
- A pseudoefedrina, pode parcialmente reverter a ação hipotensiva de drogas que interferem na atividade simpática, incluindo-se o bretílio, a betanidina, a guanetidina, a debrisoquina, a metildopa e os alfa e betabloqueadores.

Posologia: Uso Oral.
Crianças de 2 - 5 anos de idade: 5 ml (½ copo medida) de xarope três ou quatro vezes ao dia.
Crianças de 6 - 12 anos de idade: 10ml (1 copo medida) de xarope três ou quatro vezes ao dia.
Crianças com menos de 2 anos de idade: Uso somente sob orientação médica.


Classe Terapêutica: Antitussígeno

Categorias: Dor e Contusão, Cólica

404

Esta bula ainda não está cadastrada em nosso banco de dados.

Todos os dias novas bulas são cadastradas, volte novamente em breve ou entre em contato conosco.

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.