Logo

Consulta Remédios

7894164000425

Expectovic

0 ofertas Item-1 Princípio ativo: guaifenesina Item-3 Não necessita de receita. Item-3 -.
Publicidade

Indicações: - Alívio do broncoespasmo associado à bronquite crônica, asma brônquica ou enfisema.
- Indicado também na tosse alérgica.

Contra-Indicações: - Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.
- Pacientes com hipertensão arterial grave, coronariopatia grave, glaucoma, hipertiroidismo, diabetes mellitus, hipertrofia prostática e insuficiência cardíaca.
- Durante Gravidez e Lactação.

Interação: - Os inibidores da monoaminoxidase, os simpatomiméticos e os betabloqueadores podem aumentar os efeitos pressores da fenilpropanolamina.
- As aminas simpatomiméticas devem ser usadas com cuidado durante o uso de antidepressivos tricíclicos. Também podem reduzir os efeitos anti-hipertensivos da metildopa, mecamilamina e reserpina e aumentar a probabilidade de arritmias quando administrado conjuntamente com digitálicos e anestésicos gerais.
- Os inibidores da monoaminoxidase podem prolongar e intensificar os efeitos dos anti-histamínicos. Os anti-histamínicos podem diminuir os efeitos dos corticosteróides e anticoagulantes orais e também podem aumentar os efeitos dos depressores do SNC e anticolinérgicos com efeitos semelhantes aos da atropina.

Posologia: Uso Oral
- Adultos e crianças acima de 12 anos de idade: 1 a 2 colheres das de chá (5 a 10 ml).
- Crianças de 6 a 12 anos de idade: 1/2 a 1 colher das de chá (2,5 a 5 ml).
-Crianças de 3 a 6 anos de idade: 1/2 colher das de chá (2,5 ml).
- Crianças de 1 a 3 anos de idade: 1/4 de colher das de chá (1,25 ml).
- Administrar as doses acima cada 06 horas.

Classe Terapêutica: Antihistamínicobroncodilatador

Categorias: Gripes e Resfriados, Tosse

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.