Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Fagolipo

0 ofertas Item-1 Princípio ativo: mazindol Item-3 Necessita de receita
Publicidade

Indicações: Obesidade (tratamento adjunto).

Contra-Indicações: Durante a gravidez e lactação.
Hipersensibilidade ao componente da fórmula.
Afecção grave.
Alcoolismo.
Arteriosclerose avançada.
Crianças com menos de 12 anos de idade.
Doença cardiovascular.
Glaucoma.
Hipertensão grave.
Isquemia cerebral.
Nível de agitação alto.
Propensão ao abuso de drogas.
Psicose.
Uremia.

Interação: Pode aumentar os riscos de efeitos no sistema nervoso central com: álcool.
Pode aumentar os riscos de arritmias cardíacas com: anestésicos hidrocarbonados de inalação.
Pode exigir acertos de doses de: antidiabéticos orais; insulina.
Pode diminuir os efeitos de: anti-hipertensivos.
Pode ter efeitos aditivos estimulantes do sistema nervoso central com: medicamentos que produzem estimulação do sistema nervoso central; hormônios tireoideanos.
Pode desencadear crises hipertensivas com: IMAO (inibidores da monoamina-oxidase), incluindo furazolidona, procarbazina e selegilina.
Pode ter sua ação antagonizada por: fenotiazinas.
Pode aumentar a ação de: vasopressores.
Pode provocar arritmia cardíaca com: halotano; antidepressivos tricíclicos.
Pode provocar aumento da pressão arterial com: antidepressivos tricíclicos.

Posologia: Adultos: 1 a 2 mg por dia, divididos em 2 tomadas: 1 antes do almoço e outra antes do jantar.
* Tomar o medicamento 1 hora antes das refeições.
* A última dose do dia deve ser ingerida pelo menos 6 horas antes do paciente se deitar, para evitar insônia.

Classe Terapêutica: Inibidor do Apetiteanorexígeno

Categoria: Emagrecer

  • No momento nenhuma drogaria possui esse produto.

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.