Logo

Consulta Remédios

4260085521425

Icacort

9 ofertas
Item-1 Princípio ativo: diflucortolona + isoconazol Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: Icacort é indicado para o tratamento inicial e temporário das micoses, acompanhadas por condições altamente inflamatórias ou eczematosas, como coceira, ardor, sensação de queimadura e dor. As micoses geralmente aparecem na região das mãos, nos espaços entre os dedos dos pés e nas regiões inguinais e genitais.

Como funciona?

Este medicamento que se apresenta em forma de creme tópico tem ação antimicótica e antiinflamatória utilizado para o tratamento das micoses de pele associadas à inflamação. O nitrato de isoconazol apresenta um amplo espectro de ação antimicótico, sendo efetivo contra dermatófitos e leveduras, incluindo o microorganismo causadorda pitiríase versicolor, bolores e o microorganismo causador do eritrasma. O valerato de diflucortolona possui ação antiinflamatória e antialérgica aliviando o prurido (coceira), a sensação de queimadura, ardor e dor. O tempo estimado para o inicio da ação do fármacos presentes na formulação de Icacort creme, o nitrato de isoconazol e o valerato de diflucortolona é de 1 e 8 horas, respectivamente, após a aplicação.

Contra-Indicações: Contra indicado nos casos em que o paciente apresenta na área afetada, sintomas relacionados a processos específicos de doenças da pele, tais como doenças virais (varicela, herpes zoster), sífilis, tuberculose, rosácea, dermatite perioral e reações à vacinação. Icacort® também é contra indicado a pacientes que apresentam hipersensibilidade conhecida às substâncias ativas ou a qualquer um dos ingredientes da formulação.

Nos casos de infecção por bactérias é necessária à utilização de terapia específica. Não deixar o produto entrar em contato com os olhos quando for aplicado na face. Aplicações extensas de corticóides em grandes áreas do corpo ou por tempo prolongado, em particular sob oclusão, aumentam significativamente o risco de reações adversas. Como é conhecido para os corticosteróides de uso sistêmico, o glaucoma também pode ser desenvolvido pelo uso local de corticosteróide, por exemplo, quando usados em grandes doses ou em grandes áreas por período prolongado, sob técnicas de oclusão ou em aplicações ao redor dos olhos. Nas infecções que ocorrem entre os dedos dos pés é recomendável colocar o creme Icacort® num pedaço de gaze e colocá-la entre os dedos. Para evitar a reinfecção, roupas pessoais, tais como, toalhas de rosto e de corpo, roupas íntimas, etc. devem ser preferencialmente de algodão e devem ser fervidas e trocadas diariamente. Medidas de higiene regular são essenciais para o sucesso do tratamento com Icacort®. Nos casos de Tinea pedis, os espaços entre os dedos devem ser mantidos completamente secos depois do banho e as meias devem ser trocadas diariamente.

Gravidez e lactação

Como regra geral, preparações contendo corticóides não devem ser aplicadas durante o primeiro trimestre da gravidez. O uso de Icacort® deve ser cuidadosamente avaliado pelo médico considerando os benefícios e os riscos do seu uso durante a gravidez e lactação. O uso prolongado e em grandes áreas deve ser evitado. Mulheres amamentando não devem aplicar o produto na região dos seios.

*Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista

*Este medicamento é contra indicado na faixa etária abaixo de 5 anos de idade

*Informe seu médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis

*Informe seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento

*Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde

Interação: Nenhuma interação medicamentosa é conhecida até o momento.

Posologia: Este creme deve ser aplicado 2 vezes ao dia na região afetada, não ultrapassando 2 semanas de tratamento.

Categorias: Micose, Antimicóticos e Fungos

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.