Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Nistatina

59 ofertas Item-1 Princípio ativo: nistatina Item-2 Medicamento genérico de micostatin Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: - A Nistatina Suspensão é indicada para o tratamento de candidíase da cavidade bucal e do trato digestivo superior - Esofagite por Candida encontrada em pacientes com moléstias que necessitaram uso prolongado de antibióticos, radioterapia ou drogas imunodepressoras que provocaram queda de resistência orgânica e na Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (AIDS).
- Nistatina creme vaginal: Utilizado no tratamento de candidíase vaginal.
- Nistatina Drágeas destina-se mais especificamente ao tratamento da candidíase intestinal.

Contra-Indicações: - Hipersensibilidade à Nistatina. Micoses sistêmicas, infecções ungüeais e lesões cutâneas hiperceratinizadas ou crostosas.

Interação: - Não teve relatos clinicamente importantes.

Posologia: Nistatina Suspensão: prematuros e crianças de baixo peso: estudos clínicos demonstram que a dose de 1 ml (100.000 UI de nistatina) 4 vezes ao dia é efetiva. - Lactentes: a dose recomendada é de 1 a 2 ml (100.000 a 200.000 UI de nistatina) 4 vezes ao dia.
- Crianças e adultos: a dose varia de 1 a 6 ml (100.000 a 600.000 UI de nistatina) quatro vezes ao dia. A suspensão deve ser bochechada e mantida por algum tempo na cavidade oral antes de ser engolida.
- Nos lactentes e crianças menores deve- se colocar a metade da dose utilizada em cada lado da boca.
- Nistatina Drágeas: adultos: a dose recomendada é de 1 ou 2 drágeas3 (500.000 ou 1.000.000 UI de nistatina) 3 a 4 vezes ao dia

Classe Terapêutica: Antifúngico

Categorias: Micose, Antimicóticos e Fungos

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.