Logo

Consulta Remédios

7898089300035

Pílulas De-Lussen

11 ofertas
Osório de Moraes
Item-1 Princípio ativo: aloina + azul de metileno Item-3 Não necessita de receita. Item-3 -.
Publicidade

Indicações: Possui ação anti-séptica das vias urinárias e agente auxiliar na prevenção de cálculos urinários por oxalatos.

Contra-Indicações: Assim como todo medicamento, é contra-indicado em pacientes com conhecida hipersensibilidade à droga e seus componentes (substâncias).

Contra-indicado também caso exista e presença de glaucoma de ângulo fechado, hipertrofia prstática, ileo paralítico e estenose pilórica. Como medida especial de precaução, deve-se evitar o emprego durante a gravidez e lactação, quando presente congestão uterina grave, nas metrorragias e nas menstruações muito abundantes.

Contra-indicado o uso em crianças.

Consulte seu médico.

Interação: Os efeitos anticolinérgicos da hiosciamina podem ser intensificados pela administração concomitante de amantadina, certos anti-histamínicos, antidepressivos tricíclicos, butirofenomas e lenotiazinas. Além disso, a hiosclamina aumenta a absorção de determinadas drogas, tais como a Digoxina, que necessitam de dissolução prolongada na luz intestinal.

Pela possibilidade de incremento de efeitos adversos, deve-se evitar a administração simultânea de beta-adrenérgicos, furosemida, reserpina, efedrina, preparados contendo efedrina e outros simpaticomométicos, particularmente em doses elevadas.

Posologia: 3 drágeas ao dia:

- 1 drágea pela manhã;
- 1 drágea durante o dia;
- 1 drágea á noite.

OU A CRITÉRIO DO SEU MÉDICO.

Para pacientes idosos:

Observar as reações adversas, contra-indicações e advertências e só fazer uso do medicamento com bastante cautela e sob orientação médica.


Classe Terapêutica: Repete

Categoria: Distúrbios Urinários

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.