Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Ponstan

13 ofertas
Pfizer
Item-1 Princípios ativos: Item-3 Necessita de receita
Publicidade

Indicações: - Alívio sintomático de artrite reumatóide, osteoartrite e dor incluindo dor muscular, traumática e dentária, cefaléias de várias etiologias, dor pós-operatória e pós-parto.
- Alívio da dor e outros sintomas causados por dismenoréia primária e por dispositivos intra-uterinos.
- Profilaxia ou tratamento da enxaqueca resultante da menstruação.

Contra-Indicações: - Hipersensibilidade ao medicamento ou seus componentes.
- Insuficiência renal.
- Pacientes em quem o ácido acetilsalicílico e outros antiinflamatórios não-esteróides induzem sintomas de broncoespasmo, rinite alérgica ou urticária.
- Ulceração ativa ou inflamação crônica do tratamento gastrintestinal.
- Gravidez.
- Lactação.
- Menores de 14 anos.

Interação: - Anticoagulantes: aumento dos efeitos dos anticoagulantes.
- Pode diminuir os efeitos dos anti-hipertensivos ou diuréticos.
- Betabloqueadores reduzem as reações cardiovasculares de compensação.
- Corticosteróides: aumento do risco de ulceração gastrintestinal ou sangramento.
- Ciclosporina: aumento do risco de nefrotoxicidade.
- Pode aumentar o efeito dos agentes hipoglicemiantes orais.
- Lítio: elevação do nível plasmático e redução no clearance renal de lítio.
- Metotrexato: aumento dos níveis plasmáticos de metotrexato.
- Tacrolimo: aumento do risco de nefrotoxicidade.
-Pode aumentar o risco de ulceração ou hemorragia quando ingerido com álcool, outros analgésicos ou penicilinas.
- Paracetamol pode aumentar o risco de efeitos renais adversos.

Posologia: Adultos e crianças com mais de 14 anos:
- 500 mg inicialmente 3 vezes ao dia, seguida por 250 mg cada 6 horas.
Tomar de preferência com alimento.
Não ultrapassar 7 dias de tratamento.

Classe Terapêutica: Antiinflamatórioanalgésico

Categorias: Dor e Contusão, Cólica

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.