Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Promergan

4 ofertas
Belfar
Item-1 Princípio ativo: prometazina Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: Indicado no tratamento sintomático de todos os distúrbios incluídos no grupo das reações anafiláticas e alérgicas.
É utilizado também na prevenção de vômitos do pós-operatório e dos enjôos de viagens.
E na pré-anestesia e na potencialização de analgésicos.

Contra-Indicações: - Hipersensibilidade ao componente da fórmula.
- Não deve ser utilizada em crianças menores de dois anos.
- Portadores de discrasias sangüíneas ou com antecedentes de agranulocitose com outros fenotiazínicos.
- Pacientes com risco de retenção urinária ligado a distúrbios uretroprostáticos.
- Em pacientes com glaucoma, por fechadura do ângulo.
- Gravidez e lactação.

Interação: A associação com álcool aumenta os efeitos sedativos dos anti-histamínicos.
A associação com atropina, antidepressivos imipramínicos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos atropínicos, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos pode resultar em efeitos aditivos dos efeitos indesejáveis.
A ação sedativa é aumentada com analgésicos narcóticos, antitussígenos, metadona, clonidina e compostos semelhantes, sedativos, hipnóticos, antidepressivos tricíclicos e tranqüilizantes.
Evitar o uso com IMAO, pois estes prolongam e intensificam os efeitos
anticolinérgicos da prometazina.

Posologia: Adultos: 2 a 6 comprimidos por dia.
Estas doses devem ser divididas em duas, três ou quatro vezes.

Classe Terapêutica: Antihistamínico

Categorias: Alergia e Infecção, Antialérgico

404

Esta bula ainda não está cadastrada em nosso banco de dados.

Todos os dias novas bulas são cadastradas, volte novamente em breve ou entre em contato conosco.

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.