Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Syntocinon

2 ofertas
Novartis
Item-1 Princípio ativo: oxitocina Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: - Como Estimulante uterino.
- Estimulante da lactação, hormônio hipofisário e hormônio pituitário.

Contra-Indicações: - Hipersensibilidade à fórmula.
- durante o trabalho de parto, quando ele estiver progredindo normalmente, durante o 1º e 2º estágios do mesmo; para induzir o trabalho de parto, quando a análise dos riscos e benefícios para a mãe e a criança levarem à indicação de cesariana; quando houver padrões hipertônicos ou quando o parto pela vagina for contra-indicado.

Interação: - Pode causar ruptura uterina ou laceração cervical com: cloreto de sódio intra-amniótico para aborto; uréia intra-amniótica para aborto; outros ocitócitos.

Posologia: USO NASAL
Adultos
- Estimulante da lactação: 1 jato de spray em uma ou nas duas narinas, 2 a 3 minutos antes da amamentação ou da retirada do leite por processo mecânico.

Uso Injetável

- Indução do trabalho de parto (infusão intravenosa): iniciar com 0,5 a 2 miliunidades por minuto; a cada 15 a 60 minutos, acrescentar 1 a 2 miliunidades por minuto até que a atividade uterina seja adequada (geralmente a dose fica entre 2 e 5 miliunidades por minuto). Raramente doses maiores que 20 miliunidades por minuto são necessárias.
- Aborto incompleto ou aborto terapêutico (infusão intravenosa): 10 UI, a uma velocidade de 20 a 40 miliunidades por minuto.
- Hemorragia pós-partoI: IV 10 UI, a uma velocidade de 20 a 40 miliunidades por minuto (iniciar após a expulsão da criança e preferentemente também da placenta); ou I.M: 10 UI, após expulsão da placenta.
- Hemorragia pós-aborto I.V: 10 UI, a uma velocidade de 20 a 100 miliunidades por minuto.

Classe Terapêutica: Hormônio

Categorias: Hormônios e Enzimas, Outros

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.