Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Valeriane

13 ofertas
Nikkho
Item-1 Princípio ativo: valeriana officinalis Item-3 Não necessita de receita. Item-3 -.
Publicidade

Indicações: afecções nervosas, angústia, ansiedade, asma, cansaço intelectual, chagas, cólicas abdominais, celulite, contusão, convulsão, falta de apetite, ferida, debilidade, debilidade cardíaca, depressão nervosa, dermatose pruriginosa, distúrbios da menopausa, distúrbio nervoso, dor reumática, eczemas, epilepsia, estresse, espasmos, gastralgia nervosa, gripe, hiperexcitabilidade, hipocondria, histeria, insônia, machucados, menopausa, nervosismo, neurose, neurose cardíaca, obesidade, problemas circulatórios, palpitações cardíacas, reumatismo, tumores.

Contra-Indicações: contra indicada para gestantes.
Doses abusivas ou uso prolongado, podem resultar em: agitação, cefaléia, dispepsias, vertigem, alterações na visão e audição, excitação mental, delírio, reações alérgicas cutâneas, alucinações, torpor, convulsões, morte por parada respiratória; o uso contínuo pode induzir ao chamado "valerianismo", um estado emocional instável.
A essência é eliminada pelos rins, podendo a urina adquirir o cheiro característico da valeriana.

Interação: Quando misturada com Humulus lupulus (Lúpulo) a Valeriana dá um potente chá para induzir o sono

Posologia: Infusão ou decocção:
- 5 a 15 g de raiz fresca (ou 5 g de raiz seca) por litro de água. Tomar 50 a 200 ml por dia;
- vinho: macerar por 8 dias 25 g de raiz em 1 litro de vinho branco. Coar e tomar 1 cálice 3 vezes ao dia: depressão;
- pó das raízes: 0,3 a 1,0 g, três vezes ao dia.
- alcoolatura: 2 a 10 g por dia.
- extrato fluido em álcool 60%: 4 a 8 ml, três vezes ao dia.

Crianças: 0,20 a 0,40 g por ano de idade ao dia.
Fitocosmético: decocção da raiz.
Obs.: as raízes são arrancadas com dois anos, limpas, lavadas rapidamente (sem pelar nem raspar), cortadas e postas a secar brevemente, a 35°C no máximo.

Classe Terapêutica: Tranquilizante

Categoria: Vitaminas e Minerais

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.