Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Venopressin

2 ofertas
Tks
Item-1 Princípio ativo: metildopa Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: Hipertensão (leve, moderada ou grave).

Contra-Indicações: Não deve ser administrado a crianças.
Uso na gravidez e durante a amamentação sob orientação médica.
Pode ocorrer sedação - geralmente transitória - no início do tratamento, ou quando a dose é aumentada. Cefaléia, astenia ou fraqueza podem aparecer como sintomas precoces e transitórios.
Outros sintomas podem aparecer: naúseas, vômitos, prisão de ventre, flatulências, diarréia, colite, leve secura da boca, congestão nasal, ginecomastia, impotência, diminuição da libido.

Interação: Antidepressivos Tricíclicos (Amitriptilina, Clomipramina, Imipramina, Nortriptilina), Clorpromazina e Tioridazina: diminuem o efeito anti-hipertensivo.
Antidiabéticos Orais - Sulfoniluréias (Glibenclamida): aumento do efeito hipoglicemiante.
Epinefrina (Adrenalina): aumento do efeito da Epinefrina.
Fenobarbital: diminuição dos efeitos terapêuticos da metildopa.
Haloperidol: Retardamento psicomotor, falhas na memória, incapacidade de concentração em pacientes não esquizofrênicos.
Levodopa: Efeito hipotensor aditivo. Além disso, pode causar efeitos tóxicos no SNC, como psicoses.
Lítio: Toxicidade do lítio aumentada.
Propranolol: aumento da pressão arterial.
Sulfato Ferroso: Redução da biodisponibilidade da metildopa.
Alimento:

Posologia: A posologia inicial usual é de 250 mg duas ou três vezes ao dia nas primeiras 48 horas. A posologia diária máxima recomendada é de 3 g.

Classe Terapêutica: Antihipertensivo

Categorias: Pressão Alta, Antihipertensivos

404

Esta bula ainda não está cadastrada em nosso banco de dados.

Todos os dias novas bulas são cadastradas, volte novamente em breve ou entre em contato conosco.

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.