3 MEDICAMENTOS COM

Complexo B

1 Ofertas de R$8,15 até R$8,15
Apenas com Ofertas
Ordenar:

Informações do Complexo B

Descrição

Complexo B é indicado de carência múltipla de vitaminas do Complexo B e suas manifestações. Tem ação reguladora das carências quando já existem manifestações clínicas causadas pela deficiência vitamínica.

Indicação

Complexo B é indicado no tratamento da carência múltipla de vitaminas do complexo B e suas manifestações.

Contra-indicação

Complexo B é contraindicado para pacientes que apresentem hipersensibilidade aos constituintes da fórmula.

Não está indicado no tratamento de hipovitaminoses específicas graves.

Não administrar a pacientes parkinsonianos em uso de levodopa isolada.

Tipo de receita

Isento de Prescrição Médica

Posologia

Complexo B Comprimidos revestidos:

Adulto:

1 comprimido 3 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

Complexo B Concentrado Comprimidos revestidos:

Adultos:

1 comprimido ao dia ou conforme orientação médica.

Solução Oral (Gotas):

Crianças até 6 anos:

5 a 10 gotas, 3 vezes ao dia.

Crianças de idade escolar (7 a 10 anos) ou adultos:

40 a 60 gotas ao dia, divididas em 2 tomadas (1 ml corresponde a 23 gotas).

Xarope:

Adultos:

1 colher das de sobremesa (10 ml) ao dia.

Crianças:

1 colher das de chá (5 ml) 1 vez ao dia.

Reações

Em pessoas com reconhecida hipersensibilidade à tiamina, podem ocorrer fenômenos alérgicos caracterizados por eritemia, prurido, náuseas, vômitos e reação anafilática. Esses fenômenos são raros, parecendo estar mais relacionados à administração endovenosa de tiamina pura.

A administração de tiamina associada a outras vitaminas do complexo B parece reduzir o risco dessas reações.

Em alguns pacientes podem ocorrer dor e irritação no local da aplicação de Complexo B.

Interação medicamentosa

Riboflavina:

  • - Concomitante com álcool impede sua absorção intestinal;
  • - Antidepressivos tricíclicos ou fenotiazínicos podem aumentar suas necessidades;
  • - Probenecida diminui sua absorção gastrintestinal.

Piridoxina:

  • - Pode reduzir os níveis séricos de fenitoína e fenobarbital;
  • - Pode reverter os efeitos antiparkinsonianos da levodopa (o mesmo não ocorre com a associação carbidopa-levodopa), cloranfenicol, etionamida, hidralazina, imunossupressores (como adrenocorticóides), azatioprina, ciclofosfamida, clorambucil, corticotropina, mercaptopurina), isoniazida ou penicilamina;
  • - Podem causar anemia ou neurite periférica por sua ação antagônica à piridoxina, anticoncepcionais orais contendo estrogênios;
  • - Podem aumentar as necessidades de piridoxina.

Cuidados/orientações

Não administrar a vitamina B6 com a levodopa, a não ser que ela esteja associada a um inibidor da descarboxilase. Administrar com cuidado em casos de úlcera péptica.

Pacientes idosos

Não existem na literatura, relatos sobre advertências ou recomendações do uso adequado de Complexo B por pacientes idosos.

Nomes comerciais

Belcomplex, Belexa, Beplexaron, Complevitan