Encontre lojas que entregam na sua região

Descubra o que causa a prisão de ventre e acabe com ela de uma vez por todas!

Publicado na categoria Problemas de Saúde em 23 de Fevereiro de 2016 | Por Paulo

 

Todo mundo pode sofrer deste mal, é comum!

 

Existem vários motivos que causam a constipação, algumas bem conhecidas e outras nem tanto, como por exemplo, medicamentos e suplementos alimentares e, até mesmo, condições médicas potencialmente graves.

Listamos algumas causas da prisão de ventre que nunca passou pela sua cabeça.

 

Hipotireoidismo

Hipotireoidismo retarda processos metabólicos do intestino. Nem todo o mundo que tem disfunção da tiróide tem prisão de ventre, assim como nem todo o mundo que tem constipação tem hipotireoidismo. Mesmo assim, vale a pena consultar o médico da especialidade endocrinologia se você achar que o problema persiste.


Analgésicos

Analgésicos, especialmente os narcóticos, pode fazer com que você fique preso do lado de fora do banheiro. Alguns estudos sugerem que pode haver um risco maior de prisão de ventre entre usuários crônicos de analgésicos como aspirina e ibuprofeno, por exemplo. O problema é que a classe desses medicamentos, não todos, estão no aparelho digestivo, ou seja, ele começa a funcionar por lá. Um gastroenterologista da Universidade de Rochester Medical, Thomas Park, sugere que sejam prescritos laxantes suaves para serem tomados em conjunto com analgésicos desta classe. Mas não saia tomando os dois medicamentos em conjuntos, seu corpo poderá interagir de forma errada, ou seja, consulte um médico!


Chocolate

Sim, para pessoas apaixonadas por chocolates de plantão, temos uma péssima notícia para você! Evidências dizem que chocolate pode causar prisão de ventre, um estudo realizado em 2005, seres humanos com problemas crônicos de prisão de ventre ou Síndrome do Intestino Irritável (temos uma categoria aqui no CR só com esses produtos) são mais propensos do que outros sem este mal. Experimente reduzir o consumo para ver se melhora.


Vitaminas

Vitaminas, em geral, não irá deixar você com prisão de ventre, mas certos componentes como cálcio e ferro, pode ser um problema. Fique atento às suas doses diárias de vitaminas e, ao menos que seja realmente importante tomá-las, talvez seja hora de você rever esse hábito.


Leites e derivados

Aumente a ingestão de fibras de 20 a 35 gramas por dia e você sentirá uma melhora no seu intestino… Leites, queijos e outros alimentos com baixo teor de fibras e alto teor de gordura fazem seu intestino ficar um tanto quanto irritado. Misture na sua dieta saladas e fibras e, uau… seu intestino estará livre, leve e solto. laugh


Depressão & Antidepressivos

Já ouviu falar disso aqui: ISRS? Significa: Inibidor Seletivo da Recaptação da Serotonina, traduzindo: antidepressivos. Mas, calma, não fique mais depressivo após ler isso! Apenas medicamentos mais antigos do tipo ISRS tendem a irritar seu intestino, os novos não. Uma dica para você que está tomando antidepressivos e tem prisão de ventre é conversar com seu médico e, solicitar à ele um laxante suave.

A depressão provoca uma desaceleração geral dos processos normais do corpo, o que de fato também desacelerará seu intestino. Mas, de novo, ter prisão de ventre não significa que você tem depressão. 


Antiácidos

Antiácidos são grandes combatentes da azia, eles a destroem! yes Mas alguns podem irritar seu delicado intestino, especialmente aqueles que contêm cálcio ou alumínio. Experimente reduzir e azia de outras maneiras, comendo melhor, por exemplo. Consumir alimentos menos gordurosos e aumentar o consumo de fibras lhe ajudará a evitar ambos os problemas, azia e constipação. #ficaadica


Pressão alta e antialérgicos

A constipação pode ser um efeito colateral de alguns medicamentos comuns utilizados para tratar a pressão arterial, tais como: bloqueadores dos canais de cálcio e diuréticos. Diuréticos, por exemplo, podem reduzir a pressão arterial, aumentando a produção de urina, o que libera a água do seu sistema. No entanto, a água é necessária para manter as fezes macias e levá-los para fora do corpo. Os anti-histamínicos, usados para tratar os sintomas da alergia, podem ser um problema também.


Gravidez e Parto

Prisão de ventre durante a gravidez é comum, mas o parto em si pode ser um complicador. Devido aos músculos abdominais lentos ou talvez ao uso de analgésicos ou, até mesmo, pela anestesia durante o parto. Além disso, pode haver alguma dor perineal após o parto, de modo que, o medo de causar mais desconforto pode ser um fator importante na prisão de ventre. Você, mamãe, deve tentar ir ao banheiro sempre.


Diabetes e doenças neurológicas

Diabetes pode causar danos nos nervos que podem afetar a capacidade de uma pessoa em digerir os alimentos. A maioria das pessoas com diabetes avançada conhecem bem este problema. Ainda assim, é muito indicado fazer testes de açúcares no sangue em alguém constipado constantemente.

Esclerose múltipla, Parkinson e outras doenças neurológicas podem irritar o intestino. Nesses casos, é normal a prisão de ventre vir acompanhada de outros problemas, como dificuldade para urinar ou visão dupla.


 

O que fazer para melhorar?

 

Gases, prisão de ventre, síndrome do intestino irritável, dor de barriga ou sabe-se lá o nome que você quer dar para o fato de você não conseguir fazer o número 2. Prisão de vente incomoda, pode ser crônico e causar doenças sérias no futuro, então, se você sofre do problema, consulte seu médico, faça exercícios regularmente, melhore a sua dieta e tome alguns medicamentos que podem lhe ajudar, como: Lacto-Purga e Prolive.

Atenção! 

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica. 

© 2017 Consulta remédios. Todos os direitos reservados.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu email

Ao concluir você aceita a nossa Política de Privacidade

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários