Encontre lojas que entregam na sua região

O que é Ecocardiograma (Fetal, com Doppler) e como é feito o exame

Publicado na categoria Problemas de Saúde em 15 de Março de 2017 | Por Paloma

O que é Ecocardiograma e para que serve?

O Ecocardiograma é um exame que, através de ondas sonoras de alta frequência e imagens dos músculos e valvas cardíacas, avalia o funcionamento do coração, além de identificar a direção e velocidade do fluxo sanguíneo no interior das cavidades cardíacas.

Seu princípio é semelhante ao do ultrassom, ou seja, um transdutor é deslizado sobre o peito do paciente e direciona ondas para a estrutura do coração. O exame também pode ser realizado no feto, durante a gestação, permitindo intervenções, a qualquer anomalia, ainda dentro do útero.

O processo é indolor, de fácil operacionalidade, ótimo alcance diagnóstico e não apresenta efeitos colaterais. Os riscos são extremamente raros, além de não expor o paciente à radiação.

Qual a média de preço para este exame?

A média de preço para um ecocardiograma está entre R$ 135,00 e R$ 170,00. O valor, porém, pode ser maior caso seja solicitado um exame fetal, e fica na faixa de R$ 200,00 a R$ 400,00.

Grande parte dos convênios cobrem o valor do exame.

Índice - neste artigo você irá encontrar as seguintes informações:

  1. O que é ecocardiograma?
  2. Tipos de ecocardiograma
  3. Quando deve ser feito
  4. Contraindicações do exame
  5. Como se preparar
  6. Como é feito
  7. Cuidados após o exame
  8. Resultados
  9. O que pode afetar os resultados?
  10. Riscos

Tipos de Ecocardiograma

Existem alguns tipos de ecocardiograma que podem ser solicitados, de acordo com a informação que o médico procura obter.

Unidimensional

Esse tipo é utilizado principalmente para medir diâmetros das câmaras cardíacas e a espessura do miocárdio.

Bidimensional

Esse tipo permite que as imagens fornecidas estejam em formas dimensionais, o que facilita a avaliação anatômica.

Tridimensional

Nesse tipo pode ser usado tanto o ecocardiograma transtorácico quanto o transesofágico para criar uma imagem 3D do coração. Isso ocorre a partir de diversas imagens em diferentes ângulos.

É mais usado para a análise da válvula cardíaca e para diagnosticar problemas cardíacos em crianças.

Fetal

O ecocardiograma fetal é realizado em gestantes para diagnosticar algum problema cardíaco no feto. Geralmente feito entre a 18ª e a 22ª semana, o transdutor é deslizado sobre a parede abdominal da mulher e as ondas dirigidas ao coração do feto, assim permitindo avaliar o coração intra-útero.

Transtorácico

É o tipo mais comum de ecocardiograma, em que o transdutor é deslizado pelas regiões cardíacas do peito ou pela parede abdominal do paciente.

Caso seu pulmão ou costela estejam bloqueando a visão, pode ser necessário injetar uma pequena quantidade de líquido na veia, pois isso fará com que a estrutura do seu coração apareça mais claramente no monitor.

Transesofágico

No ecocardiograma transesofágico, o transdutor, através de uma sonda, é posicionado, via oral, no esôfago, permitindo imagens mais nítidas do coração, devido a proximidade, o que proporciona um diagnóstico mais apurado de algumas estruturas específicas.

Esse procedimento é feito com sedativo e anestésicos.

Sob estresse

Esse tipo de ultrassonografia pode ser feito de duas formas: através de estresse farmacológico ou de esforço físico (teste ergométrico). Caso o paciente não possa praticar atividades físicas, uma quantidade de drogas endovenosas estressoras cardíacas serão administradas, são elas:

O exame será feito antes e logo após o estímulo de estresse, o intuito é descobrir como o coração trabalha sob estresse, geralmente para diagnosticar se o fluxo de sangue decai ou não, durante esses estímulos.

Doppler

Esse tipo de ecocardiograma é feito para observar como o sangue flui pelas cavidades do coração. É eficiente para diagnosticar problemas no fluxo sanguíneo e na pressão arterial, que ultrassons comuns não conseguem.

A circulação do sangue reflete as ondas de som para o aparelho e, então, o computador mede as direções e a velocidade com a qual o sangue corre. Algumas vezes o fluxo aparece colorido no monitor para auxiliar o médico a encontrar qualquer problema.

Leia mais: O que é Estresse, causas, sintomas, tratamento, tipos e prevenção

Quando o exame ecocardiograma deve ser feito?

Cada tipo de ecocardiograma pode ser solicitado pelo médico para diagnosticar e/ou acompanhar diferentes tipos de doenças. Alguns exemplos são:

Transtorácico

  • - Cardiopatias congênitas e observar os efeitos de uma cirurgia feita para tratar essa doença;
  • - Doenças do pericárdio;
  • - Checar o funcionamento do coração após um infarto;
  • - Identificar causas de insuficiência cardíaca;
  • - Acompanhar o feto durante a gravidez.

Transesofágico

  • - Tromboembolismo pulmonar;
  • Endocardite;
  • - Doença cardioembólica;
  • - Dissecção da aorta;
  • - Procurar massas e tumores intracardíacos;
  • - Checar o funcionamento das válvulas cardíacas;
  • - Monitorar o funcionamento do coração durante uma cirurgia;
  • - Servir de orientação durante um cateterismo cardíaco.

Doppler

Pode completar outros tipos de exame, a fim de avaliar a pressão sanguínea e a velocidade com que o sangue corre pelas cavidades do coração.

Sob estresse

Identificar e monitorar a redução de fluxo sanguíneo.

Contraindicações do exame

As contraindicações são raras, porém o ecocardiograma transtorácico pode não ser a melhor opção para quem tem doenças graves no esôfago, como câncer ou estenose esofágica. A melhor opção é consultar um médico e seguir as suas dicas.

Como se preparar para um ecocardiograma?

No geral, um ecocardiograma não exige qualquer preparo prévio. Porém, no transesofágico, o paciente deverá fazer o exame em jejum de 6 horas e pode ser necessário remover próteses dentárias. É preciso levar um acompanhante, pois, por ser realizado com sedativos, o paciente não poderá dirigir ou sair sozinho do hospital.

Quanto ao ecocardiograma sob estresse, o paciente pode ser orientado a não ingerir alimentos pesados antes do exame, para evitar náuseas e enjoos. Também é recomendado usar roupas e sapatos confortáveis.

Como o exame ecocardiograma é feito?

Geralmente é feito no consultório de um cardiologista ou em uma clínica de exames de diagnóstico.

Os ecocardiogramas comuns, como o transtorácico, por Doppler e sob estresse, são realizados por um técnico de ultrassom treinado. O paciente deverá se despir de suas roupas e joias na parte superior do corpo, e deitar-se sobre uma maca. O médico cola eletrodos em locais estratégicos do tórax, para registrar as atividades elétricas do coração, depois aplica pequenas quantidades de gel sobre a pele e passa um transdutor para obter as imagens.

O ecocardiograma transesofágico deve ser realizado por um profissional de endoscopia ou cardiologista. Nesse caso, o paciente receberá um anestésico em sua garganta antes do exame, ele pode se sentir sonolento, porém ainda estará apto para cooperar. Durante o exame, é inserida uma sonda pela boca e a mesma se instala no esôfago, para que as imagens possam ser feitas.

O exame geralmente demora de 30 a 60 minutos para ser feito.

Cuidados após o exame

Por não ser um exame invasivo, a maioria dos pacientes não sente qualquer efeito adverso. Porém, em um ecocardiograma sob estresse, o paciente pode sentir dores de cabeça, náusea, tontura e dores no peito, isso ocorre devido ao aumento da frequência cardíaca. Os efeitos desse exame passam em pouco tempo.

O ecocardiograma transesofágico pode deixar a garganta seca e causar sintomas como tosse e irritação. Possivelmente o paciente será orientado a não ingerir bebidas alcoólicas por, pelo menos, 24 horas após o exame.

Se o paciente experienciar dificuldades para engolir ou falar, dores no peito ou respirações curtas e rápidas, contate um médico.

Leia mais: O que é Angina Pectoris Instável e Estável, sintomas e mais

Resultados do exame ecocardiograma

Os resultados de um ecocardiograma ficam prontos rapidamente, disponíveis após um dia. Caso o exame tenha sido feito por um cardiologista, os resultados podem ficar prontos imediatamente após o exame.

Resultados nomais

  • - Câmaras e paredes do coração de tamanho e espessura normal, e que se movem normalmente;
  • - Válvulas cardíacas funcionando normalmente, sem vazamentos ou estreitamentos, e nenhum sinal de infecção;
  • - Quantidade de sangue bombeado do ventrículo esquerdo com cada batimento cardíaco normal;
  • - Sem excesso de líquidos no saco que envolve o coração;
  • - O tecido em torno do coração não está engrossando;
  • - Não apresenta tumores e coágulos de sangue nas câmaras cardíacas.

Resultados anormais

  • - Câmaras cardíacas muito grandes;
  • - Paredes do coração mais grossas ou mais finas do que o normal;
  • - Uma ou mais válvulas cardíacas não abrem e fecham adequadamente ou não aparentam estar normais;
  • - Apresenta sinais de infecção;
  • - Quantidade de sangue bombeado do ventrículo esquerdo com cada batimento cardíaco menor que o normal;
  • - Apresenta líquidos em volta do coração;
  • - O forro em torno do coração está muito grosso;
  • - Foi encontrado um tumor ou coágulo de sangue no coração.

O que pode afetar os resultados?

Algumas causas podem impedir um paciente de fazer o exame ou até podem influenciar os resultados. Essas causas são:

  • - Excesso de peso ou obesidade;
  • - Seios grandes;
  • - DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica);
  • - Não ser capaz de deitar durante o teste;
  • - Não ser capaz de ficar com uma sonda na garganta durante o exame.

Riscos do ecocardiograma

Os ecocardiogramas transtorácicos não apresentam qualquer risco e o paciente poderá sentir, quando o profissional retirar os eletrodos colocados no tórax, algum desconforto similar de quando tira uma bandagem adesiva.

Caso seja feito um ecocardiograma transesofágico, o tubo poderá raspar no interior da garganta, causando leve desconforto. Já durante o ecocardiograma sob estresse, o exercício ou a droga administrada pode causar um batimento cardíaco irregular, temporariamente.

Complicações graves, como infarto, são extremamente raras.


O ecocardiograma é um exame não invasivo capaz de diagnosticar diversas doenças. Compartilhe esse texto com os seus amigos e família para que eles também conheçam os possíveis diagnósticos que podem ser feitos através dele!

Referências:

http://telemedicinamorsch.com.br/blog/2015/06/o-que-e-o-exame-de-ecocardiograma/
https://coracaoalerta.com.br/tratamento-do-infarto/ecocardiograma/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ecocardiografia
http://www.abc.med.br/p/exames-e-procedimentos/338334/ecocardiograma+voce+conhece+o+exame.htm
https://www.tuasaude.com/ecocardiograma/

© 2017 Consulta remédios. Todos os direitos reservados.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu email

Ao concluir você aceita a nossa Política de Privacidade

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários