O que é?

A enxaqueca é um tipo de dor de cabeça muito intensa, que acaba afetando principalmente a região frontal e lateral da cabeça. O problema é extremamente comum na fase adulta e afeta mais as mulheres. Entre os sintomas mais relatados, pode-se citar: náuseas, vômitos, aumento da sensibilidade ao som ou luz intensa, tontura. As crises de enxaqueca costumam variar de pessoa para pessoa e chegam a surgir de 1 a 5 vezes por mês. Alguns indivíduos costumam sofrer com os casos mais frequentemente, enquanto outros sentem as dores após longos intervalos de tempo. Existe diferentes tipos de enxaqueca, como: - Enxaqueca com aura: antes das crises se iniciarem é possível perceber alguns sintomas, como a apresentação de alguns flashes de luzes piscando. - Enxaqueca sem aura: é um pouco mais leve e normalmente não apresenta sinais indicativos da crise. Os quadros de enxaqueca costumam se desenvolver sem nenhum tipo de aviso.

Por que acontece?

Apesar de não ter nenhuma causa comprovada, sabe-se que algumas substâncias podem interferir no seu desenvolvimento. Muitas vezes as crises podem acontecer após períodos de estresse, cansaço e até ingestão de determinados alimentos e bebidas.

Diagnóstico e tratamento

Assim que você notar a presença dos sintomas é necessário procurar ajuda. O médico é o único especialista capaz de prescrever substâncias que reduzam as dores sentidas. Os medicamentos utilizados no tratamento ajudam a reduzir os sintomas sentidos, como as dores e náuseas. Procure um médico, ele irá lhe indicar analgésicos (diminuem as dores) e antieméticos (eficazes contra a sensação de enjoo e os vômitos).

Entenda mais sobre o assunto: