Neozine (C1)

Ofertas a partir de R$6,85em 5 farmácias

Bula

Tratamento da ansiedade, dor, estados de excitação psicomotora, psicose, sedação.

Distúrbios psiquiátricos: ingerir entre 25 e 50 mg do medicamento, dividir em 2 ou 4 doses. A dose pode sofrer alterações até atingir um máximo entre 200 e 400 mg. Quando necessário é possível ingerir doses de manutenção de 75 mg.

Dores: ingerir entre 50 mg do medicamento, dividir em 2 ou 5 doses. Não ultrapassar um máximo entre 300 e 500 mg.

Doses para crianças: administrar entre 0,1 e 0,2 mg por kg de peso corporal.

Uso injetável de levomepromazina: nunca administrar por via intravenosa ou subcutânea.
Utilizar 25mg/1mL para uso injetável via intramuscular: aplicar no quadrante superior das nádegas nos pacientes adultos. No caso das crianças a aplicação deve ser realizada na face lateral da coxa.

Distúrbios psiquiátricos: utilizar diariamente entre 75 e 100 mg do medicamento, dividir em 3 doses.

Dores: utilizar entre 10 e 20 mg, com intervalos de 4 a 6 horas.

Pré anestesia: utilizar entre 2 e 20 mg do medicamento. A aplicação deve ser realizada entre 45 minutos e 3 horas antes do procedimento cirúrgico.

Pós cirurgia: utilizar entre 2,5 e 7,5 mg, com intervalos de 4 a 6 horas.

Histórico de sensibilidade aos componentes de fórmula.

Alterações de peso (ganho ou perda), boca seca, congestão nasal, constipação intestinal, dores de cabeça, reações alérgicas, tontura, vômitos, sonolência, diminuição da libido.

Perda de memória, amenorreia, aumento da produção de prolactina, aumento das mamas, alterações nos batimentos cardíacos, desmaios, sensação de desorientação, dificuldade para se movimentar, dificuldade para falar.

- Atenção: não utilizar durante a gravidez.
- Não amamentar.
- Não consumir álcool.
- Evitar locais muitos frios, devido ao aumento de sensibilidade ao frio (risco de hipotermia).
- É necessário cautela ao realizar procedimentos cirúrgicos.
- Evitar a exposição prolongada à luz solar.
- Aumentam as chances de tontura. Seja cauteloso ao se levantar.
- Aumentar a ingestão de alimentos ricos em fibras e de líquidos (água).
- Mastigar chicletes sem açúcar pode ajudar a reduzir a sensação de boca seca.
- É necessário cautela ao realizar atividades que exijam atenção ou esforço físico.

- O uso de álcool ou de depressores do sistema nervoso central aumentam as chances de depressão do sistema nervoso central.
- O álcool ainda aumenta as chances de choque térmico.
- Aumentam a sua ação: antidepressivos tricíclicos.
- Aumentam as chances de reações extrapiramidais: outros remédios que causam reações extrapiramidais.
- Compostos antitireoideanos aumentam as chances de agranulocitose.
- Medicamentos hipotensores aumentam o risco de queda brusca da pressão sanguínea.
- Inibe a ação do composto levodopa.
- Diminuem a sua ação: lítio.
- Mascaram os sinais de toxicidade: lítio, fluoxetina, fluvoxamina, paroxetina, maprotilina.
- Pode causar o aumento das alterações cardíacas: astemizol, cisaprida, disopiramida, eritromicina, pimozida, probucol, procainamida, quinidina.
- Diminui a pressão sanguínea e aumenta os batimentos cardíacos: adrenalina.

Informações Profissionais

  • FABRICANTE

    Sanofi-Aventis

  • TIPO DO MEDICAMENTO

    Referência

  • NECESSITA DE RECEITA

    Sim, C1 Branca 2 vias

  • PRINCÍPIO ATIVO

    Levomepromazina

  • CATEGORIAS DO MEDICAMENTO

    Antipsicótico

  • CLASSE TERAPÊUTICA

    Antipsicóticos Convencionais

  • ESPECIALIDADES

    Neurologia, Psiquiatria

VEJA MAIS NO CR PRO
Publicidade

CR Saúde

Farmácias e Especialistas

Pergunte ao Farmacêutico

4%, solução oral, frasco gotejador, com 20ml
Apresentação selecionada:
4%, solução oral, frasco gotejador, com 20ml