Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Kaloba

25 ofertas
Nycomed Pharma
Item-1 Princípio ativo: pelargonium sidoides-extrato eps 7630 Item-3 Não necessita de receita. Item-3 -.
Publicidade

Indicações: - É indicado no tratamento dos sintomas de infecções agudas e crônicas, particularmente infecções do trato respiratório e da região do ouvido-nariz-garganta, tais como bronquite (tosse, tosse seca, tosse com catarro), sinusite (dor de cabeça, como mucofluidificante e como fluidificante nasal), angina tonsilar (dor, febre, inflamação da garganta) e rinofaringite (inflamação da garganta).

Contra-Indicações: - Durante a gravidez e a lactação.
- Em casos de maior tendência a sangramento e uso de anticoagulantes (ex. heparina, varfarina), em casos de doenças hepáticas e renais graves.
- Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Interação: Em caso de administração concomitante de derivados da cumarina, o efeito inibidor da coagulação pode ser aumentado.

Posologia: Uso Oral.
- Este medicamento deve ser administrado por via oral, com pequena quantidade de líquido, meia hora antes das refeições.
- Infecções agudas: Adultos e crianças maiores de 12 anos: 30 gotas, três vezes ao dia. Crianças com idade entre 6 e 12 anos: 20 gotas, três vezes ao dia Crianças menores de 6 anos: 10 gotas, três vezes ao dia. Como tratamento subseqüente, particularmente no caso de um curso crônico da doença ou recorrência freqüente, a dose administrada para adultos e crianças maiores de 12 anos é a de 20 gotas três vezes ao dia. Após o desaparecimento dos sintomas, recomenda-se a continuação do tratamento por alguns dias para evitar recorrência.
- A duração média do tratamento é de 5 a 7 dias e não deve exceder 3 semanas.

Classe Terapêutica: Fitoterápico

Categoria: Vitaminas e Minerais

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.