Logo

Consulta Remédios

Anvisa

Avodart

21 ofertas
Glaxosmithkline
Item-1 Princípio ativo: dutasterida Item-3 Necessita de receita. Item-3 Branca comum.
Publicidade

Indicações: Trata e previne a progressão de hiperplasia prostática benigna (HPB), através do alívio dossintomas, reduzindo o tamanho (volume) da próstata, melhorando o fluxo urinário e reduzindo o risco deretenção urinária aguda (RUA) e a necessidade de cirurgia relacionada à HPB.

Contra-Indicações: É contra- indicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida à dutasterida, a outros inibidores de 5-alfa-redutase ou a qualquer componente da fórmula. Em mulheres e crianças, é contra-indicado o uso.

Interação: Nenhuma interação adversa clinicamente significativa foi observada em estudos clínicos, quando a dutasterida foi co- administrada com anti-hiperlipidêmicos, inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA), agentes bloqueadores beta-adrenérgicos, bloqueadores dos canais de cálcio, corticosteróides, diuréticos, drogas antiinflamatórias não-esteroidais (AINEs), inibidores de fosfodiesterase tipo V e antibióticos da classe das quinolonas. Um estudo de interações medicamentosas com tansulosina ou terazosina, administradas em combinação com AVODARTpor duas semanas, não mostrou nenhuma evidência de interações farmacocinéticas ou farmacodinâmicas. Um estudo de maiores proporções, no qual a dutasterida foi co-administrada com tansulosina por até 9 meses, mostrou que a combinação de AVODART com um alfa-bloqueador foi bem tolerada.

Posologia: Homens adultos (incluindo idosos):
A dose recomendada é de uma cápsula (0,5 mg), administrada por via oral, uma vez ao dia. As cápsulas devem ser ingeridas inteiras. Embora se possa observar melhora em um estágio inicial, o tratamento por pelo menos seis meses pode ser necessário, a fim de avaliar objetivamente se uma resposta satisfatória ao tratamento pode ser atingida.

Classe Terapêutica: Inibidor da Hiperplasia Prostática Benigna (Hpb)

Feedback-icon
Anvisa

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

PROCURE UM MÉDICO E O FARMACEUTICO. LEIA A BULA.