27 MEDICAMENTOS COM

Albendazol

63 Ofertas de R$1,60 até R$19,63
Apenas com Ofertas
Ordenar:

Informações do Albendazol

Descrição

Princípio ativo utilizado no tratamento de vermes e parasitas. Age eliminando-os do organismo. Pode ser encontrado em forma de comprimido mastigável.

Indicação

O albendazol é usado para tratar uma grande variedade de condições causadas por vermes ou parasitas.
Estudos mostram que o albendazol é eficaz no tratamento de infecções por Ascaris lumbricoides, Enterobius vermicularis, Necator americanus, Ancylostoma duodenale, Trichuris trichiura, Strongyloides stercoralis, Taenia spp. e Hymenolepis nana; de opistorquíase (Opisthorchis viverrini) e larva migrans cutânea; e de giardíase (Giardia lamblia, G. duodenalis, G. intestinalis) em crianças.

Contra-indicação

Contraindicações
Não use albendazol se:
- você for hipersensível (alérgico) ao albendazol, a medicamentos similares ao albendazol (como mebendazol e tiabendazol) ou a qualquer outro componente da fórmula;
- você está grávida, suspeita de gravidez ou planeja engravidar.

Gravidez e lactação
O albendazol não deve ser administrado durante a gravidez nem a mulheres que possam estar grávidas ou pensem em engravidar.
Não se sabe se o albendazol ou seus metabólitos são excretados no leite materno. Fale com seu médico. O
albendazol não deve ser usado durante a amamentação, a não ser que os benefícios potenciais para a mãe justifiquem os possíveis riscos para o filho.

Tipo de receita

Branca Comum

Posologia

Os comprimidos podem ser engolidos com água ou mastigados. Não há necessidade de procedimentos especiais, tais como dieta ou uso de agentes purgantes.
Algumas pessoas, particularmente as crianças, podem ter dificuldade de engolir os comprimidos inteiros.
Nesse caso, devem ser incentivadas a mastigar os comprimidos com um pouco de água ou triturá-los.
Siga a orientação do médico sobre a dose e os horários corretos da medicação que você deve adotar. Não tome mais do que o médico receitou. É melhor ingerir albendazol na mesma hora todos os dias.
Se você não apresentar melhora após três semanas, fale com seu médico. Um segundo ciclo de tratamento pode ser necessário.

Ascaris lumbricoides, Necator americanus e Trichuris trichiura:
idade: adultos e crianças acima de 2 anos de idade/ crianças de 1 a 2 anos de idade
dose: 400mg (2 comprimidos de 200mg ou 1 comprimido de 400mg)/ 200mg (1 comprimido).
período: dose única

Enterobius vermicularis e Ancylostoma duodenale:
idade : adultos e crianças acima de 2 anos de idade.
dose: 400mg (2 comprimidos de 200mg ou 1 comprimido de 400mg).
período: dose única

Strongyloides stercoralis, Taenia sp., Hymenolepis nana:
idade: adultos e crianças acima de 2 anos de idade.
dose: 400 mg (2 comprimidos de 200mg ou 1 comprimido de 400mg)
período: 1 dose por dia durante 3 dias.

Giardíase, (Giardia lamblia, G., duodenalis, G., intestinalis:
idade: crianças de 2 a 12 anos de idade.
dose: 400mg (2 comprimidos de 200mg ou 1 comprimido de 400mg).
período: 1 dose por dia durante 3 dias.

Larva migrans cutânea:
idade: adultos e crian;cas acima de 2 anos de idade.
dose: 400mg (2 comprimidos de 200mg ou 1 comprimido de 400mg)
período: 1 dose por dia por 1 a 3 dias.

Opistorquíase (Opisthorchis viverrini):
idade: adultos e crianças acima de 2 anos de idade.
dose: 400mg (2 comprimidos de 200mg ou 1 comprimido de 400mg).
período: 2 doses por dia durante 3 dias.

Reações

Alguns efeitos indesejáveis relacionados ao uso de albendazol estão descritos abaixo. Se você apresentar
esses ou outros sintomas causados pelo uso do medicamento, informe seu médico.

Reações incomuns (ocorrem de 0,1% a 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): dor epigástrica ou abdominal, dor de cabeça, vertigem, enjôo, vômito ou diarréia.

Reações raras (ocorrem de 0,01% a 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): alergias e elevações dos níveis de algumas enzimas do fígado.
Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento): vermelhidão da pele, uma doença conhecida como síndrome de Stevens-Johnson, caracterizada por vermelhidão intensa, descamação da pele e lesões, com possibilidade de sintomas sistêmicos (que abrangem todo o organismo) graves.

Riscos

Leucopenia, trombocitopenia.

Interação medicamentosa

Os comprimidos de albendazol podem ser tomados durante ou após as refeições ou de estômago vazio.
De modo geral, você pode continuar a tomar outros medicamentos durante o tratamento com albendazol, exceto se estiver fazendo uso de cimetidina, praziquantel e dexametasona, pois estes medicamentos podem provocar o aumento da concentração dos metabólitos do medicamento no sangue. Já o ritonavir, a fenitoína, a carbamazepina e o fenobarbital podem reduzir as concentrações do metabólito do medicamento no sangue; quando estes forem usados concomitantemente com albendazol.
Não se observaram interações relevantes com alimentos nem com exames laboratoriais.

Cuidados/orientações

Avise seu médico antes de começar a usar este medicamento:
- se você planeja ficar grávida, está grávida ou desconfia estar grávida;
- se você está amamentando.
O tratamento com albendazol pode revelar casos de neurocisticercose preexistente (infecção de sistema nervoso central causada pela ingestão da larva de Taenia spp que se caracteriza pela presença de lesões intracerebrais calcificadas), principalmente em áreas de alta incidência de teníase. Caso você apresente convulsão ou outros sintomas neurológicos quando estiver usando o medicamento, nesse caso, a terapia com esteróides e anticonvulsivantes deve ser iniciada imediatamente, procure seu médico.

Precauções
Para evitar futuras infecções por germes ou parasitas, você deve tomar algumas medidas de prevenção.
Medidas gerais de prevenção contra verminoses:

1. Manter limpas as instalações sanitárias e lavar as mãos após utilizá-las.
2. Evitar andar descalço.
3. Cortar e manter limpas as unhas.
4. Beber água filtrada ou fervida.
5. Lavar e cozinhar bem os alimentos.
6. Manter os alimentos e os depósitos de água cobertos.
7. Combater os insetos.
8. Lavar as mãos antes das refeições.
9. Lavar os utensílios domésticos.
10. Ferver as roupas íntimas e de cama.

Essas medidas se estendem a todos membros da família

Doenças relacionadas

Taenia saginata

Especialidades médicas

Infectologia

Nomes comerciais

Albel, Albendal, Albendazol, Albendazol - Ducto, Albendazol - Genéricos Germed, Albendazol - Greenpharma, Albendrox, Albendy, Albentel, Albenzonil, Albezin, Alin, Alzoben, Benzol, Lfm Albendazol, Mebenix, Monozen, Monozol, Neo Bendazol, Parasin, Totelmin, Verdazol, Vermiclase, Zentel, Zolben, Zoldan

CDB (Denominação Comum Brasileira)

00458.