Tioconazol + Tinidazol

Ofertas

Oi, ficamos felizes que você esteja navegando pelo nosso portal, mas nesse momento estamos cadastrando os itens desta categoria.

Em breve tudo estará pronto. Esperamos vê-lo de volta!

Informações do Tioconazol + Tinidazol

Descrição

Composto utilizado em casos de vulvovaginites. Costuma ser encontrado em forma de creme para uso vaginal.

Indicação

É indicado no tratamento de vulvovaginites (infecções e inflamações da vulva – região externa dos genitais femininos – e da vagina) causadas por Candida (um tipo de fungo), Trichomonas (um tipo de protozoário) e Gardnerella (um tipo de bactéria) isoladas (por um único mirco- organismo) ou mistas (por mais de um micro-organismo).

Contra-indicação

- É contraindicado se você tem hipersensibilidade (alergia) ao tioconazol, ao tinidazol, a outros imidazóis (classe de medicamentos antifúngicos) a qualquer agente antimicrobiano derivado do 5-nitroimidazol ou a qualquer componente da fórmula.
- Não utilize tioconazol + tinidazol se você estiver no primeiro trimestre (primeiros três meses) de gravidez ou amamentando.
- Não utilize tioconazol + tinidazol se você já teve ou tem discrasias sanguíneas (alterações dos componentes do sangue).
- O tioconazol + tinidazol não deve ser usado com absorventes internos.
- Também não utilize tioconazol + tinidazol se você tem distúrbios neurológicos orgânicos (doenças do sistema nervoso).

Tipo de receita

Branca Comum

Posologia

Aplique o conteúdo de 1 aplicador cheio (aproximadamente 5g de creme), profundamente, dentro da vagina (de preferência fora do período menstrual), 1 vez à noite ao se deitar, durante 7 dias ou, como alternativa, 2 vezes ao dia, durante 3 dias. Não descontinue a medicação se a menstruação iniciar durante o tratamento. Use absorventes externos e não internos.

Riscos

Reações alérgicas locais, edema (inchaço) dos genitais (vagina e vulva – região externa), eritema (vermelhidão), sensação de queimação local, irritação local, dor, prurido (coceira), rash eritematoso (lesão de pele avermelhada e elevada), edema (inchaço) dos membros inferiores (pernas), sangramento vaginal, distúrbios vaginais (incluindo dor, vermelhidão e corrimento vaginal), queimação vulvovaginal (da vulva e da vagina) e dor vulvar (região externa da vagina), queimação (ardência) urinária.