Encontre lojas que entregam na sua região

Flenus

2 apresentações
A partir de R$
60,09
Offer highlight

Encontre o menor preço de Flenus

Digite seu CEP para encontrar todas as farmácias que entregam na sua região.
Lojas que vendem e entregam em: Batel - Curitiba - PR
22,25mg, caixa com 20 comprimidos revestidos
Flenus

22,25mg, caixa com 20 comprimidos revestidos

MS 1186102660025PMC/PR R$ 83,14
Carregando ofertas...
Offer highlight

Encontre o menor preço de Flenus

Digite seu CEP para encontrar todas as farmácias que entregam na sua região.
Lojas que vendem e entregam em: Batel - Curitiba - PR
22,25mg, caixa com 30 comprimidos revestidos
Flenus

22,25mg, caixa com 30 comprimidos revestidos

MS 1186102660033PMC/PR R$ 97,72
Carregando ofertas...

Bula do Flenus

Este medicamento é destinado ao tratamento de patologias (doenças) venosas tais como varizes e hemorróidas e na melhora dos sintomas causados por essas patologias.

Como este medicamento funciona?

Este medicamento diminui o inchaço causado por problemas venosos e linfáticos, por melhorar a circulação periférica e reduzir a inflamação.

Este medicamento está contraindicado em pacientes com hipersensibilidade (alergia) a quaisquer componentes da fórmula.
Pacientes com úlceras gástricas ou duodenais (no intestino) e pacientes em tratamento com anticoagulantes ou hemostáticos (medicamentos usados para prevenir a formação de trombos sanguíneos) não devem utilizar este medicamento.

Pacientes com insuficiência hepática ou com elevação das enzimas hepáticas (enzimas do fígado) deve evitar o uso deste medicamento. Deve-se observar hepatotoxicidade (toxicidade do fígado) e monitorar as enzimas hepáticas.
Não utilizar em grávidas e lactantes sem avaliação médica do risco/benefício.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Tomar, com um pouco de água, 1 (um) comprimido uma vez ao dia, ou a critério médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O que devo fazer quando eu m esquecer de usar este medicamento?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste medicamento, retome a dosagem prescrita sem a necessidade de suplementação.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

A administração em doses mais altas pode levar à dores de cabeça e ao dano hepático transitório em pacientes susceptíveis. É recomendado o monitoramento das enzimas hepáticas. Usualmente, a elevação destas enzimas desaparece com a interrupção do medicamento.
Seu uso não deverá ser contínuo, podendo ser utilizado a longo prazo, se prescrito dentro da variação terapêutica recomendada em relação à cumarina.

Este medicamento não dever ser usado com ácido acetilsalicílico e anticoagulantes como a warfarina.

Há poucos relatos de quadros de reações adversas com o uso deste medicamento tais como: queimação epigástrica (estômago), dor de cabeça, diarréia, náusea, reações alérgicas na pele.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Cada comprimido revestido contém:
Extrato seco de Melilotus officinalis L. à 18% - 22,25 mg (equivalente à 4 mg de cumarina)
Excipientes: dióxido de silício, celulose + lactose, croscarmelose sódica, estearato de magnésio, copolímero básico metacrílico E-100, talco, dióxido de titânio, corante lacca alumínio vermelho no 40, corante lacca alumínio azul no 2, polietilenoglicol 6000, álcool isopropílico, água de osmose.

Em caso de superdosagem, recomenda-se suspender o uso e procurar orientação médica de imediato para que sejam adotadas medidas habituais de apoio e controle das funções vitais.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interações medicamentosas

Deve haver cautela na prescrição do extrato de Melilotus officinalis com ácido acetilsalicílico e anticoagulantes como a varfarina.

Interação Medicamento – Exames Laboratoriais

O extrato de Melilotus officinalis pode causar aumento nos níveis das enzimas do fígado indicando dano hepático.

Interação Medicamento – Doenças

Teoricamente, o uso de Vecasten pode exacerbar doenças hepáticas. Assim, o uso do produto nestes casos deve ser evitado.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Não há relatos até o momento.

Características químicas e farmacológicas

Melilotus officinalis é uma planta perene, cuja distribuição geográfica inclui Europa, América do Norte e Austrália, bem como regiões temperadas da Ásia.

Seu extrato contém: cumarina, ácido cumárico e hidrocumarina.

Farmacocinética:

Estudos em voluntários sadios demonstraram que a cumarina, administrada por via oral, foi rapidamente absorvida, mas apenas 2 a 6% atingiram a circulação sistêmica em sua forma intacta. Isto ocorreu devido a um efeito extenso de primeira passagem com a transformação em 7-hidroxicumarina e seu glicuronídeo.

As meias-vidas de cumarina e o glicuronídeo da 7-hidroxicumarina foram 1,02 e 1,15 hs, respectivamente.

Aproximadamente 90% da dose foi encontrada na urina como glicuronídeo da 7-hidroxicumarina e tem sido hipotetizado que a cumarina é a pró-droga e a 7-hidroxicumarina a droga farmacologicamente ativa.

Farmacodinâmica:

Provavelmente, diferentes mecanismos de ação estão envolvidos na atividade do extrato de Melilotus officinalis: atividade linfocinética, aumento na drenagem linfática por estimulação direta dos vasos linfáticos, melhora da qualidade e velocidade do retorno venoso.

O extrato de Melilotus officinalis possui atividade anti-edematosa e cardiovascular, além da atividade imunomoduladora.

Estudos de segurança pré-clínicos:

O DL50 da cumarina em várias linhagens de ratos variou de 290 mg/kg a 680 mg/kg.

Conservar o medicamento em sua embalagem original, protegendo da luz, calor e umidade, em temperatura ambiente entre 15 e 30o C. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

O medicamento é um comprimido redondo bicôncavo de coloração roxa e odor característico.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem conhecimeno do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

M.S. no 1.1861.
Farm. Resp.: Dra. Amanda Públio da Silva-
CRF-SP no 37.152

Ativus Farmacêutica Ltda
Rua: Fonte Mécia no 2.050 
CEP 13270-000 Caixa Postal 489 - Valinhos/ SP
CNPJ no 64.088.172/0001-41
Indústria Brasileira
SAC 0800 551767

Informações Profissionais

Fabricante

Ativus

Tipo do Medicamento

Similar

Necessita de Receita

Sim, Branca Comum

Princípio Ativo

Melilotus Officinalis

Categoria do Medicamento

Vitaminas e Minerais

Classe Terapêutica

Fitoterápico

Especialidades

Angiologia e Cirurgia Vascular


Publicidade