Encontre lojas que entregam na sua região

Tericin AT

2 apresentações
A partir de R$
35,97
Veja os genéricos
Offer highlight

Encontre o menor preço de Tericin AT

Digite seu CEP para encontrar todas as farmácias que entregam na sua região.
Lojas que vendem e entregam em: Batel - Curitiba - PR
25 + 12,5mg, creme vaginal, bisnaga com 45g + 10 aplicadores
Tericin AT

25 + 12,5mg, creme vaginal, bisnaga com 45g + 10 aplicadores

MS 1186100260054PMC/PR R$ 46,09
Offer highlight

Encontre o menor preço de Tericin AT

Digite seu CEP para encontrar todas as farmácias que entregam na sua região.
Lojas que vendem e entregam em: Batel - Curitiba - PR
Carregando ofertas...

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Bula do Tericin AT

Tericin AT é indicado no tratamento de vulvovaginites e colpites causadas por fungos, bactérias e/ou tricomonas ou quando não houver condição de identificar o agente etiológico.

É indicado, também, na pós-cauterização do colo uterino, na prevenção de infecções acelerando deste modo o processo de cicatrização. 

Hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula.
Gravidez e lactação.

O tratamento é realizado através da utilização de 1 aplicador ( 4 g ) durante um período de 10 dias.

Sugere-se que a aplicação seja realizada no período noturno, antes de dormir.

Modo de Usar:

1. Retire o aplicador da embalagem.

2. Retire a tampa e coloque o êmbolo na extremidade até o final.

3. Coloque o aplicador até o fundo da vagina e empurre o êmbolo até o final.

4. Despreze o aplicador e guarde o êmbolo até o final.

Anfotericina B + Cloridrato de Tetraciclina (substância ativa deste medicamento) praticamente não apresenta toxicidade porém, da mesma forma que ocorre com qualquer outro produto para aplicação vaginal, poderá eventualmente produzir sensação de ardor ou prurido em pacientes hipersensíveis. Se isto ocorrer, o tratamento poderá ser interrompido se a sintomatologia persistir ou agravar. As aplicações não deverão ser interrompidas durante o período menstrual.

O produto deve ser utilizado apenas para uso externo. Portanto, o produto deve ser mantido longe do alcance dos olhos, nariz e boca.

Uso na gravidez:

Categoria B.

A segurança para uso durante a gravidez não foi estabelecida. Drogas contendo tetraciclina demonstraram ter efeitos adversos nos dentes e ossos durante o desenvolvimento do feto, recémnascidos, bebês e crianças pequenas.

Uso na lactação:

A segurança para uso durante a lactação não foi estabelecida.

Uso em crianças:

A segurança para uso em crianças com menos de 11 anos de idade não foi estabelecida.

Precauções higiênicas:

A fim de afastar a possibilidade de reinfecção, observar rigorosa higiene pessoal. As mãos devem ser cuidadosamente lavadas, antes de aplicar o creme. Além das medidas higiênicas habituais, as seguintes precauções são de grande vantagem para prevenir reinfecção.

  1. Após cada micção, enxugar a vulva, sem friccionar o papel higiênico.
  2. A fim de evitar uma propagação de germes do reto ao trato vaginal, após a defecação, cuidar para que o material possivelmente infectado não entre em contato com a genitália.
  3. Toalhas e lençóis, assim como roupas íntimas devem ser trocados diariamente e lavados com detergente.
  4. Enquanto persistir a infecção, existe a possibilidade de propagação a outras pessoas.

Tericin AT praticamente não apresenta toxicidade, porém, da mesma forma que qualquer outro produto para aplicação vaginal, poderá eventualmente produzir sensação de ardor ou prurido local em pacientes hipersensíveis. Se tal ocorrer, o tratamento poderá ser interrompido se a sintomatologia persistir ou agravar-se.

Advertências e recomendações para pacientes com idade superior a 65 anos:

Não existe nenhuma recomendação especial para o uso de TERICIN AT a idosos.

cada 4g de creme contém:


Cloridrato de Tetraciclina 100mg
Anfotericina B 50mg

Excipiente : Emulgade wax SPP 20; Álcool Cetílico; Óleo Mineral; Metilparabeno; Propilparabeno; Hidróxido de sódio; Vitamina E oleosa; Metabissulfito de sódio; Água destilada q.s.p.

Não existem relatos até o momento de interação deste produto com outros fármacos.

Características Farmacológicas 

Anfotericina B

É um antibiótico poliênico produzido pelo Streptomyces nodosus sendo ativa contra muitas espécies de fungos, porém não tem efeito sobre bactérias, riquétsias e vírus. Sua atividade antifúngica se deve a sua maior afinidade pelo ergosterol da membrana celular dos fungos, esta ligação altera a permeabilidade seletiva, possibilitando que através do poro formado, extravasem íons potássio, fosfatos inorgânicos, ácidos carboxílicos, aminoácidos e ésteres fosfato, resultando na inibição do crescimento fúngico. A anfotericina B contida neste fármaco, possui atividade efetiva contra Candida albicans e tem sido amplamente usada sob a forma tópica no tratamento de candidíase genital; possui também ação profilática, agindo contra a excessiva proliferação de Candida, causada pela alteração da flora vaginal pela tetraciclina.

Tetraciclina

As primeiras foram isoladas de culturas de espécies de Streptomyces, outras tetraciclinas, com propriedades melhoradas, foram preparadas por processos semissintéticos. Algumas foram obtidas por síntese total. Estes antibióticos, geralmente bacteriostáticos nos níveis sangüíneos atingidos, clinicamente interferem na síntese de proteínas bloqueando a ligação do aminoacil tRNA (RNA de transferência) ao complexo ribossômico mRNA (RNA mensageiro); embora possam também inibir a síntese protéica em mamíferos, elas acumulam-se mais nas células bacterianas. A ação principal da tetraciclina nesta formulação é a de eliminar as bactérias que favorecem a proliferação das tricomonas, rompendo o ciclo simbiótico.

As vulvovaginites e colpites mais comuns são causadas por Trichomonas vaginalis (bactéria) e por Candida albicans (fungo). A candidíase genital ocorre mais frequentemente após terapêutica antibiótica ou corticoterapia; também existem relatos de crescente freqüência em mulheres submetidas a tratamento oral com agentes específicos contra tricomonas e durante o uso de anticoncepcionais orais. Outros fatores que aumentam a suscetibilidade à candidíase vaginal são diabetes mellitus, perturbações endócrinas, distúrbios nutritivos e debilidade.

A ação das substâncias ativas desse produto aparentemente apresentam um efeito localizado, uma vez que as mesmas não são absorvidas, através da pele, em quantidade suficiente para ação sistêmica.

O medicamento deve ser conservado em lugar seco, em temperatura ambiente.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Ativus farmacêutica ltda. M.S.1.1861.0026

Rua Fonte Mécia, 2.050 – CEP 13270.000 – Caixa Postal 489 – Valinhos/SP Farm. Resp.: Roselaine Nunes

Ind. Brasileira CRF-SP N. 13614.

Informações Profissionais

Fabricante

Ativus

Tipo do Medicamento

Referência

Necessita de Receita

Sim, Branca 2 vias

Categoria do Medicamento

Ginecológicos

Classe Terapêutica

Antifúngicos Ginecológicos

Especialidades

Ginecologia


Publicidade