Gynotran

Ofertas a partir de R$51,99em 6 farmácias

Bula

Gynotran é indicado para o tratamento tópico da candidíase vaginal e tratamento local da vaginite causada por Trichomonas. Gynotran também é indicado para o tratamento tópico de vaginose bacteriana (conhecida também como vaginite inespecífica, vaginose anaeróbica ou vaginite por Gardnerella) e infecções vaginais mistas devido a patógenos responsáveis pela vaginose bacteriana, candidíase vaginal e vaginite por Trichomonas.

A menos que seu médico indique de outro modo, deve-se aplicar um óvulo vaginal à noite, durante 7 dias.

Não use Gynotran se você tem qualquer uma das condições a seguir. Caso apresente qualquer uma destas condições, informe seu médico antes de iniciar o usode Gynotran.
- hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes de Gynotran;
- gravidez, principalmente durante os 3 primeiros meses.
Nos casos de alterações graves da função do fígado (inclusive porfiria), doença dosistema nervoso central e periférico e alterações da hematopoiese (processo deformação dos elementos do sangue), seu médico deve avaliar cuidadosamente arelação risco-benefício do uso do medicamento.

Antes de iniciar o uso de um medicamento, é importante que você leia as informações contidas na bula, verifique o prazo de validade, o conteúdo e a integridade da embalagem. Mantenha a bula do produto sempre em mãos para qualquer consulta que se faça necessária.

Antimicótico (age contra fungos), antibacteriano (age contra bactérias) e antitricomoniásico (age contra Trichomonas) disponível na forma de óvulo. Converse com o seu médico para obter maiores esclarecimentos sobre a ação do produto e sua utilização.

Como ocorre com todo medicamento, você pode ter reações desagradáveis com o uso de Gynotran. Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis, especialmente se forem graves ou persistentes, ou se houver uma mudança no seu estado de saúde que possa estar relacionada com o uso de Gynotran.

Não há relatos de superdose com Gynotran. Poderia ocorrer absorção de metronidazol em quantidade suficiente para produção de efeitos sistêmicos.
Em caso de ingestão acidental de grandes quantidades do produto pode-se empregar um método adequado de esvaziamento gástrico, se necessário. O tratamento da paciente deve consistir em medidas sintomáticas e de suporte.
A superdose de metronidazol produz os seguintes sintomas: náuseas, vômito, dor abdominal, diarreia, prurido, sabor metálico, falta de coordenação dos movimentos, vertigem, parestesia, convulsões, leucopenia (diminuição de glóbulos brancos no sangue), urina escura.

Você não deve ingerir álcool durante o tratamento com Gynotran, nem mesmo durante 24 a 48 horas seguintes ao término do mesmo, pois existe a possibilidade de ocorrência de reações adversas do tipo dissulfiram. Nas pacientes com tricomoníase, o parceiro deve ser tratado simultaneamente.
A utilização de diafragmas e preservativos durante o tratamento com o óvulo deve ser feita com cautela, uma vez que pode ocorrer reação entre os componentes do óvulo e o látex, constituinte destes métodos contraceptivos. Não se recomenda o uso de Gynotran em crianças.

Devido à absorção de metronidazol, podem ocorrer interações com os seguintes medicamentos, se utilizados concomitantemente:

- álcool: a possível interação do metronidazol com álcool produz uma reação do tipo dissulfiram;

- anticoagulantes orais: aumento do efeito anticoagulante;

- fenitoína: aumento das concentrações sanguíneas de fenitoína, diminuição das concentrações sanguíneas de metronidazol;

- fenobarbital: diminuição das concentrações sanguíneas de metronidazol;

- dissulfiram: podem ocorrer efeitos relacionados ao sistema nervoso central (reações psicóticas);

- cimetidina: pode haver aumento das concentrações sanguíneas de metronidazol e do risco de efeitos secundários neurológicos;

- lítio: pode ocorrer um aumento na toxicidade por lítio;

- astemizol e terfenadina: o metronidazol e o miconazol inibem o metabolismo destes medicamentos e aumentam suas concentrações plasmáticas.

Foi observada interferência com as concentrações sanguíneas das enzimas do fígado, da glicose (método da hexoquinase), da teofilina (medicamento utilizado para doenças pulmonares) e da procainamida (medicamento utilizado no tratamento da arritmia cardíaca).

“Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.”


“Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.”

Gynotran óvulo deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).

Óvulo de cor branca a levemente amarelada, sem cheiro (odor) específico.

Informações Profissionais

VEJA MAIS NO CR PRO
Publicidade

CR Saúde

Farmácias e Especialistas

Pergunte ao Farmacêutico

750 + 200mg, caixa com 7 óvulos + 7 aplicadores + luvas
Apresentação selecionada:
750 + 200mg, caixa com 7 óvulos + 7 aplicadores + luvas