Tamiflu

Ofertas a partir de R$71,49em 5 farmácias

Buscar por tipo

2 ofertas

30mg, caixa com 10 cápsulas

EAN 7896226506159
PMC/SP R$ 92,46
Ordenar por
Lojas que entregam em: Chácara Maria Trindade, São Paulo - SP
Carregando ofertas...

1 oferta

45mg, caixa com 10 cápsulas

EAN 7896226506166
PMC/SP R$ 138,67
Ordenar por
Lojas que entregam em: Chácara Maria Trindade, São Paulo - SP
Carregando ofertas...

1 oferta

75 mg cap gel dur ct bl al plas inc x 10 

EAN 7896226502168
PMC/SP R$ 231,12
Ordenar por
Lojas que entregam em: Chácara Maria Trindade, São Paulo - SP
Carregando ofertas...

Sem ofertas

30 mg cap gel dur ct bl al plas inc x 10 

EAN 7896226506098
PMC/SP R$ 92,46
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Sem ofertas

45 mg cap gel dur ct bl al plas inc x 10

EAN 7896226506111
PMC/SP R$ 138,67
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Bula

Tamiflu é indicado para o tratamento e profilaxia (prevenção) da gripe em adultos e crianças com idade superior a 1 ano.
Tamiflu não substitui a vacina contra a gripe.

Você deve tomar Tamiflu por via oral com ou sem alimento. Porém, a administração com alimento pode diminuir os efeitos colaterais em alguns pacientes.
Caso você não consiga ingerir cápsulas, poderá receber doses apropriadas de Tamiflu abrindo as cápsulas e transferindo todo o conteúdo para uma pequena quantidade (no máximo 1 colher de chá) de alimentos adocicados, tais como calda de chocolate, mel (apenas para crianças com 2 anos de idade ou mais velhas), açúcar mascavo ou refinado dissolvido em água, cobertura de sobremesa, leite condensado, calda de frutas ou iogurte, para mascarar o sabor amargo. Siga as instruções descritas em Instruções especiais de preparo:
Dosagem padrão
Tratamento da gripe
O tratamento deve ser iniciado dentro do primeiro ou segundo dia do aparecimento dos sintomas de gripe (primeiras 48 horas).
Adultos e adolescentes: a dose oral recomendada de Tamiflu a adultos e adolescentes, com 13 anos de idade ou mais, é de 75 mg, duas vezes ao dia, por cinco dias.
Crianças entre 1 e 12 anos de idade: dose recomendada de Tamiflu de acordo com peso corporal.

Profilaxia da gripe
Adultos e adolescentes: a dose oral recomendada de Tamiflu para a profilaxia da gripe após o contato próximo com um indivíduo infectado é de 75 mg, uma vez ao dia, durante dez dias. A terapia deve ser iniciada dentro de até dois dias após o contato. A dose recomendada para profilaxia em caso de surto comunitário de gripe é de 75 mg, uma vez ao dia. A segurança e a eficácia foram demonstradas por até seis semanas de uso contínuo. A proteção é mantida enquanto se continua a administração da medicação.
Crianças entre 1 e 12 anos de idade: dose profilática recomendada de Tamiflu corporal de acordo com o peso.
1. Determine o número de cápsulas necessárias para o preparo da mistura, conforme indicado em Dosagem Padrão.
2. Verifique se você está usando a dose correta de acordo com a tabela acima. Pegue a cápsula sobre um recipiente, cuidadosamente, abra-a e coloque todo o pó no recipiente.
3. Adicione pequena quantidade de alimento adocicado apropriado (máximo 1 colher de chá) à mistura e mexa bem.
4. Agite essa mistura e administre todo o conteúdo ao paciente. Essa mistura deve ser administrada imediatamente após o preparo.
Repita esse procedimento para cada dose que será administrada.
Instruções especiais de dosagem:
Pacientes com funcionamento inadequado dos rins
Tratamento da gripe:
Não são necessários ajustes de dose para pacientes com clearance de creatinina (exame que se faz usando sangue ouurina do paciente para avaliar a função dos rins) acima de 60 mL/min, isto é, com função renal moderadamente comprometida. Em pacientes com clearance de creatinina de > 30-60 mL/min é recomendado que a dose seja reduzida para 30 mg de Tamiflu duas vezes ao dia durante cinco dias. Para pacientes com clearance de creatinina entre 10 e 30 mL/min (comprometimento acentuado da função dos rins) é recomendado que a dose seja reduzida para uma cápsula de 30 mg de Tamiflu , uma vez ao dia, durante cinco dias, ou doses de acordo com peso corporal em crianças (vide tabela Dosagem padrão), uma vez por dia, durante cinco dias.

Em pacientes submetidos à hemodiálise (tratamento que consiste na remoção de substâncias tóxicas do sangue com um rim artificial), dose inicial de 30 mg Tamiflu pode ser administrada antes do início da diálise (popularmente conhecido como filtração do sangue) se os sintomas de gripe aparecerem dentro de 48 horas entre as sessões de diálise. Para manter a concentração plasmática em níveis terapêuticos, a dose de 30 mg deve ser administrada após cada sessão de hemodiálise. Para diálise peritoneal a dose de 30 mg de Tamiflu administrada antes do início da diálise seguida de doses de 30 mg adicionais administrada a cada cinco dias é recomendada para tratamento.

A absorção/distribuição e excreção do oseltamivir não foram estudadas em pacientes com doença renal terminal (por exemplo clearance de creatinina 10 mL/min) não submetidos a diálise. Desta forma, não é possível recomendar dose para esse grupo de pacientes.

Você não deverá usar Tamiflu se for alérgico(a) ao fosfato de oseltamivir ou a qualquer substância contida neste medicamento.

Não é necessário ajuste de dose para pacientes idosos, tanto para o tratamento quanto para a profilaxia da gripe.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O tratamento com Tamiflu é geralmente bem tolerado.
Quando presentes, as reações adversas mais frequentes são náusea, vômito, dor e dor de cabeça.
A maioria destas reações adversas ocorreu tanto no primeiro ou no segundo dia de tratamento e foram resolvidas espontaneamente dentro de 1-2 dias.
A seguir estão listadas as reações adversas que ocorreram em pacientes adolescentes e adultos em estudos de tratamento e profilaxia da gripe.
Reações adversas a medicamentos são respostas prejudiciais não-intencionais decorrentes do uso do medicamento nas doses normalmente utilizadas em seres humanos.
Reações adversas durante o tratamento da gripe em adultos e adolescentes.
Reação muito comum (ocorre em 10% ou mais dos pacientes que utilizam este medicamento): náusea.
Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): vômito, dor de cabeça, dor.
Reações adversas durante a profilaxia da gripe.
Reação muito comum (ocorre em 10% ou mais dos pacientes que utilizam este medicamento): dor de cabeça.
Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): náusea, vômito, dor.
A seguir estão listados os eventos adversos relatados em pacientes adolescentes e adultos em estudos de tratamento e profilaxia da gripe e que, no entanto ocorreram mais frequentemente no grupo que tomava placebo (cápsulas que não contêm a substância ativa do medicamento e que são administradas a grupos específicos com a finalidade de comparar os seus efeitos com o do medicamento) ou nos quais a diferença entre eles foi menor que 1%.
Evento adverso é qualquer ocorrência médica desfavorável, que pode ocorrer durante o uso do medicamento, mas que não possui, necessariamente, relação com ele.
Eventos adversos comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento) durante o tratamento da gripe: diarreia, dor abdominal, tontura, bronquite, sinusite, herpes simples, congestão nasal, insónia, tosse.
Eventos adversos comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento) durante a profilaxia da gripe: diarreia, dor no alto ventre, dispepsia (indigestão), tontura, nasofaringite (resfriado comum), infecção no trato respiratório superior, dismenorreia (cólica menstrual), gripe, pirexia (febre), dor nas costas, fadiga (cansaço), congestão nasal (nariz entupido), estado gripal, artralgia (dor nas articulações), dor nos membros (braços e pernas), insónia, rinorreia (nariz escorrendo), mialgia (dor muscular), dor de garganta e tosse.
Reações em crianças durante o tratamento da gripe Reação muito comum (ocorre em 10% ou mais dos pacientes que utilizam este medicamento): vômito. Reações em crianças na profilaxia da gripe.
Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): vômito.
A seguir estão listados os eventos adversos relatados nos estudos de tratamento ou profilaxia da gripe e que, no entanto ocorreram mais frequentemente nas crianças sem profilaxia ou grupo que tomava placebo ou nos quais a diferença entre o oseltamivir e as sem profilaxia ou placebo foi menor que 1%.
Evento comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): diarreia, náusea, dor na abdominal (dor na barriga), otite média (inflamação aguda do ouvido), bronquite, pneumonia, sinusite, dermatite (inflamação da pele), asma, epistaxe (sangramento do nariz), dor de ouvido, conjuntivite (olhos vermelhos, secreção e dor).

Gravidez e lactação
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não se sabe se Tamiflu passa para o leite humano.
Dessa forma, você só deve usar Tamiflu durante a gestação e amamentação se o benefício para você superar os riscos para o seu filho. Essa avaliação deverá ser feita pelo seu médico.

Casos de superdose com Tamiflu foram reportados em estudos clínicos e durante a sua pós-comercialização.
Na maioria dos casos de superdose não foram reportados eventos adversos.
Os eventos adversos reportados após uma superdose foram semelhantes em sua natureza e distribuição aos observados com doses terapêuticas de Tamiflu.

Leia cuidadosamente as informações. Caso não esteja seguro a respeito de determinado item, favor informar ao seu médico.

- A concentração de oseltamivir por probenecida é maior.

Guilherme N. Ferreira - CRF-RJ n~ 4288.

Você deve conservar Tamiflu cápsulas em temperatura ambiente (entre 15 e 30 ºC). Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original Tamiflu cápsulas de 30 mg de cor amarelo-claro opaco. Tamiflu cápsulas de 45 mg de cor cinza opaco Tamiflu cápsulas de 75 mg compostas de corpo cinza opaco e tampa amarelo-clara opaca. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se você poderá utilizá-lo. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Cápsulas de 45 mg
Princípio ativo: cada cápsula contém 59,10 mg de fosfato de oseltamivir, equivalente a 45 mg de oseltamivir.
Cápsulas de 75 mg
Princípio ativo: cada cápsula contém 98,5 mg de fosfato de oseltamivir, equivalente a 75 mg de oseltamivir.
Excipientes: amido pré-gelatinizado, povidona, croscarmelose sódica, estearil fumarato de sódio e talco.

Informações Profissionais

  • FABRICANTE

    Roche

  • TIPO DO MEDICAMENTO

    Referência

  • NECESSITA DE RECEITA

    Sim, Branca Comum

  • PRINCÍPIO ATIVO

    Oseltamivir

  • CATEGORIAS DO MEDICAMENTO

    Antigripais

  • CLASSE TERAPÊUTICA

    Antiviral

  • ESPECIALIDADES

    Otorrinolaringologia

VEJA MAIS NO CR PRO
Publicidade

CR Saúde

Farmácias e Especialistas

Pergunte ao Farmacêutico

75mg, caixa com 10 cápsulas
Apresentação selecionada:
75mg, caixa com 10 cápsulas