Cloridrato De Fluoxetina

Ofertas

Ofertas
Ordenar por
Filtrar por tipo de medicamento
Visualizar em

Informações do Cloridrato De Fluoxetina

Descrição

Cloridrato responsável por atuar no tratamento de problemas de depressão e distúrbios do pânico.
Seus medicamentos podem ser encontrados em cápsulas.

Indicação

Tratamento de: Distimia, depressão maior, distúrbio do pânico, depressão pós-parto, ansiedade generalizada, bulimia, distúrbio obsessivo-compulsivo.

Contra-indicação

Hipersensibilidade a fluoxetina, uso concomitante ou prévio e recente de inibidores da monoamina oxidase (MAO).

Tipo de receita

C1 Branca 2 vias

Posologia

Adultos
Depressão e distimia
- Pela manhã ou à noite (via oral): 20 mg/dia, dose única, por no mínimo 6 meses. Dose máxima: 80 mg/dia.
- Fracionada em tomadas pela manhã ou noite: Doses acima de 20 mg/dia.

Distúrbio obsessivo-compulsivo, ansiedade generalizada, distúrbio do pânico,
bulimia
- 60 a 80 mg/dia: Bulimia.
- 40 a 80 mg/dia: Distúrbio obsessivo-compulsivo.
- Distúrbio do pânico: 10 mg/dia; depois de 1 semana aumentar para 20 mg/dia.

Idosos
Depressão e distimia
- Idosos (via oral, dose única): 10 mg/dia, com aumento para 20 mg
Depois de algumas semanas de uso. Dose máxima: 60 mg/dia.

Reações

Disfunção sexual, diminuição da libido, impotência, ganho ou diminuição de peso, coceira, vômito, náuseas, tremor, insônia, ansiedade, sonolência, xerostomia.

Riscos

Palpitações, complicações perinatais, síndrome de abstinência em alguns recém-nascidos.

Interação medicamentosa

- Com claritromicina há o aumento da toxicidade de fluoxetina.
- Com anticonvulsivantes, antidepressivos tricíclicos e benzodiazepínicos pode aumentar as concentrações plasmáticas dos mesmos.
- Pode levar à síndrome serotoninérgica quando em ação concomitante com inibidores da monoamina oxidase.
- Em contato com buspirona causa a piora dos seus sintomas psiquiátricos.
- Com ritonavir ocasiona alteração em funções cardíacas ou neurológicas.

Cuidados/orientações

- Pode haver riscos para pacientes com disfunção hepática e gestantes.
- O peso deve ser monitorado.
- É necessário respeitar intervalo de, no mínimo, de 2 semanas caso seja preciso mudar para inibidor da monoamina oxidase.

Doenças relacionadas

Depressão

ansiedade

síndrome do pânico

bulimia

transtorno obsessivo compulsivo

depressão pós-parto

Especialidades médicas

Neurologia

Psicologia

Psiquiatria

Nomes comerciais

Prozac, Prozen.

CDB (Denominação Comum Brasileira)

04177.