Besilato De Anlodipino

Ofertas

Ofertas
Ordenar por
Filtrar por tipo de medicamento
Visualizar em

Informações do Besilato De Anlodipino

Descrição

Utilizado em casos de doenças de angina e hipertensão. Auxilia o fluxo sanguíneo. Pode ser encontrado em forma de comprimido.

Indicação

Angina estável, hipertensão arterial sistêmica.

Contra-indicação

Hipersensibilidade ao componente, choque cardiogênico, estenose aórtica significante, angina instável.

Tipo de receita

Branca Comum

Posologia

Adultos
Hipertensão arterial sistêmica
- Via oral, a cada 24 horas: Dose inicial de 5 mg, pode aumentar para 10 mg, quando em manutenção.

Angina estável
- Via oral (a cada 24 horas): 5 a 10 mg.

Idosos
Hipertensão arterial sistêmica
- Via oral (a cada 24 horas): Dose inicial de 2,5 mg.

Angina estável
- Via oral (a cada 24 horas): 5 mg.

Reações

Tontura, parestesias, dor de cabeça, disfunção erétil, náusea, sonolência, dor abdominal, fadiga, dispnéia, cãibras, dispepsia, hiperplasia gengival.

Riscos

Edema periférico, palpitações.

Interação medicamentosa

- A concentração plasmática de teofilina, trifluoperazina, mirtazapina, aminofilina, fluvoxamina, ciclosporina, é aumentada com anlodipino.
- O efeito de anlodipino pode ser diminuído com uso concomitante de cálcio, rifamicina, fenitoína, fenobarbital, carbamazepina, nevirapina.
- Pode haver aumento de efeito de anlodipino por: doxiciclina, antifúngicos azólicos, verapamil, diclofenaco, ciprofloxacino, isoniazida, macrolídeos, propofol, quinidina, sildenafila.
- Quando em ação com amiodarona pode causar bradicardia, bloqueio atrioventricular e/ou parada cardíaca.
- Atazanavir e droperidol causam aumento do risco de cardiotoxicidade.

Cuidados/orientações

- No começo da terapia ou depois do aumento de dose pode ocorrer hipotensão.
- Buscar ajuda médica caso haja sintomas.
- Evitar atividades que exijam atenção, devido aos efeitos dos medicamentos.
- Cautela e cuidado em pacientes com falência cardíaca compensada, disfunção ventricular esquerda grave, edema, idosos (mais suscetíveis a constipação intestinal e hipotensão), gestantes, insuficiências hepática e renal, lactantes, cardiomiopatia hipertrófica, aumento de pressão intracraniana.
- Deve haver uma boa higienização bucal para evitar inflamação na gengiva, sangramentos e hipersensibilidade.
- O medicamento pode ser ingerido com ou sem alimentos.

Doenças relacionadas

pressão alta

Especialidades médicas

Cardiologia

Nomes comerciais

Nicord.

CDB (Denominação Comum Brasileira)

00805.