Euthyrox

Ofertas a partir de R$16,07em 17 farmácias

Bula

- É indicadao para o tratamento do Hipotireoidismo, Bócio e Carcinoma de tiréoide.

Uso Oral

Adultos

- Hipotireoidismo leve: Iniciar com 50 mcg, em dose única diária, podendo aumentar a dose a cada 2 a 3 semanas até a resposta clínica desejada.

- Hipotireoidismo grave: Iniciar com 12,5 a 25 mcg, em dose única diária podendo aumentar a dose a cada 2 a 3 semanas até a resposta clínica desejada.

Crianças

- Com menos de 6 meses de idade: 25 a 50 mcg, em dose única diária.

- 6 meses a 1 ano de idade: 50 a 75 mcg, em dose única diária.

- Entre 1 e 5 anos: 75 a 100 mcg, em dose única diária.

- Entre 6 e 10 anos: 100 a 150 mcg, em dose única diária.

- Acima de 10 anos: 150 a 200 mcg, em dose única diária.

- Usar com cautela durante Gravidez e Lactação.
- Pacintes com distúrbio do ritmo cardíaco, Hipertireoidismo, Insuficiência coronariana ou cardíaca.

Em geral, as reações adversas da levotiroxina estão associadas a uma dosagem excessiva e correspondem aos sintomas do hipertireoidismo (produção excessiva de hormônio pela glândula tireoide). Podem ocorrer: taquicardia (aceleração do ritmo cardíaco), palpitações (percepção dos batimentos do coração), arritmias cardíacas (descompasso dos batimentos do coração), dor de angina (dor no peito), dor de cabeça, nervosismo, excitabilidade, insônia, tremores, fraqueza muscular, cãibras, intolerância ao calor, sudorese (suor excessivo), fogachos (súbita sensação temporária de calor), febre, perda de peso, irregularidades menstruais, diarreia e vômito. Tais efeitos geralmente desaparecem com a redução da dosagem ou suspensão temporária do tratamento. Podem ocorrer também reações alérgicas, tais como rash (erupções na pele) e urticária (erupção na pele, geralmente de origem alérgica, que causa coceira).
Atenção: este produto é um medicamento que possui nova concentração no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer reações adversas imprevisíveis ou desconhecidas.

Arritmias cardíacas, taquicardia.

Em superdoses agudas, a absorção gastrintestinal pode ser reduzida por carvão ativo O tratamento frequentemente é sintomático e suporte: betabloqueadores podem ser úteis no controle dos sintomas de hiperatividade simpatomimética.
Em casos de superdosagem com altas quantidades, a filtração do plasma (procedimento através do qual o plasma é separado e extraído do sangue total não-coagulado e as células vermelhas são retransferidas para o paciente) deve ser considerada. A superdose com levotiroxina requer um acompanhamento por um período mais extenso, uma vez que os sintomas podem ser prorrogados por até 6 dias, devido à conversão periférica gradual da levotiroxina em tri-iodotironina.

Informe seu médico caso seja portador de doença do coração (angina, infarto), pressão alta, insuficiência da glândula suprarrenal, falta de apetite, tuberculose, asma ou diabetes. A levotiroxina deve ser usada com extremo cuidado em pacientes com distúrbios cardiovasculares (relacionados ao coração e à circulação), incluindo angina pectoris, insuficiência cardíaca, infarto do miocárdio e pressão alta. Se necessário, devem ser utilizadas doses iniciais menores, aumentos pequenos de dose e intervalos maiores entre os aumentos de dose. A terapia de reposição de hormônios da tireoide pode precipitar problemas das glândulas suprarrenal ou hipófise caso não seja feito adequado tratamento com corticosteroides. Em recém-nascidos prematuros com baixo peso extremo, o início da terapia com levotiroxina deve ser realizado com extrema cautela em decorrência da imaturidade da função suprarrenal. Hormônios da tireoide não devem ser usados para a redução de peso. Em pacientes eutireoidianos (com produção dos hormônios tireoidianos em níveis normais), as dosagens normais não são eficazes para a perda de peso; dosagens maiores podem produzir manifestações graves ou até mesmo que implicam em risco de vida, especialmente se administradas com outros cuidados específicos para redução de peso. Precauções especiais. São necessários cuidados adicionais quando a levotiroxina é administrada a pacientes com Diabetes mellitus ou com Diabetes insipidus. A posologia deve ser adaptada de acordo com os testes da função tireoidiana (da tireoide). A monitoração dos pacientes deve ser realizada de acordo com sintomas clínicos, assim como com os testes da função da tireoide. É necessário monitorar os pacientes recebendo administração concomitante de levotiroxina e medicamentos que podem afetar a função da tireoide (tais como amiodarona e inibidores da tirosina quinase).

- Há a minimização da absorção da levotiroxina quando em ação em conjunto com sucralfato antiácidos, compostos ferrosos, colestiramina, carbonato de cálcio.
- Pode haver diminuição do efeito terapêutico de glicosídeos digitálicos com levotiroxina.
- Aumenta os efeitos de anticoagulantes orais. É necessário haver monitoramento da coagulação. Se for preciso, deve-se reduzir a dose.
- A efetividade da levotiroxina pode diminuir, além de piorar o hipotiroidismo com: Ritonavir, fenitoína, carbamazepina, rifampicina, imatinibe e barbitúricos.

DIZERES LEGAIS VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA M S 1 0089 0359 Farmacêutica Responsável: Fernanda P Rabello - CRF-RJ n° 16979 Importado e embalado por: MERCK S A
CNPJ 33 069 212/0001-84 Estrada dos Bandeirantes, 1099 Rio de Janeiro - RJ - CEP 22710-571 Indústria Brasileira Fabricado por: Merck KGaA, Darmstadt – Alemanha ou Merck, S A de C V - Naucalpan de Juárez - México Esta bula foi aprovada pela Anvisa em 19/06/2014 EUTHYROX® 137 mcg
Histórico de Alteração da Bula Dados da submissão eletrônica Dados da petição/notificação que altera bula Dados das alterações de bula Data do expediente Nº do expediente Assunto Data do expediente Nº do expediente Assunto Data de aprovação Itens de bula Versões (VP/VPS).

Euthyrox 137 mcg: cada comprimido contém 137 mcg de levotiroxina sódica. Excipientes: amido de milho, croscamelose sódica, estearato de magnésio, gelatina, lactose monoidratada.

Informações Profissionais

  • FABRICANTE

    Merck Sharp & Dohme

  • TIPO DO MEDICAMENTO

    Similar

  • NECESSITA DE RECEITA

    Sim, Branca Comum

  • PRINCÍPIO ATIVO

    Levotiroxina Sódica

  • CATEGORIAS DO MEDICAMENTO

    Tireóide

  • CLASSE TERAPÊUTICA

    Preparações Para Tireoide

  • ESPECIALIDADES

    Endocrinologia

VEJA MAIS NO CR PRO
Publicidade

CR Saúde

Farmácias e Especialistas

Pergunte ao Farmacêutico

88mcg, caixa com 50 comprimidos
Apresentação selecionada:
88mcg, caixa com 50 comprimidos