Prednisona

Ofertas

Ofertas
Ordenar por
Filtrar por tipo de medicamento
Visualizar em

Informações do Prednisona

Descrição

Princípio ativo semelhante ao Fosfato Sódico de Prednisolona, utilizado em tratamentos de doenças inflamatórias, alérgicas e imunológicas. Pode ser encontrado em forma de comprimido.
Embora a Prednisona e o Fosfato Sódico de Prednisolona possuam características parecidas, alguns pacientes com disfunção hepática podem encontrar maiores benefícios com a prednisolona, pois esta não necessita de biotransformação hepática.
Para haver a troca de uma para outra é necessária nova prescrição médica.

Indicação

Inflamações, asma brônquica e aguda, alergias, imunossupressão em doenças de imunidade.

Contra-indicação

- A Prednisona está contraindicada em pacientes com infecções sistêmicas por fungos, hipersensibilidade à Prednisona ou a outros corticosteroides ou a quaisquer componentes de sua fórmula.

Tipo de receita

Branca Comum

Posologia

Adultos
Em processos alérgicos e inflamatórios
- 5 a 60 mg por dia: Divididos de 1 a 4 doses. Tratamentos até 7 dias. Via oral.

Imunossupressão em doenças de imunidade
- 1 mg/kg por dia: Pela manhã. A duração do tratamento dependerá da resposta do paciente. Via oral.

Asma aguda ou brônquica persistente grave
- 1 a 2 mg/ kg por dia: Em intervalos de 4 a 12 horas. De 3 a 10 dias. Via oral. Dose máxima: 60 mg.

Crianças
Em processos alérgicos e inflamatórios
- 0,1 a 2 mg por dia: Tratamento de 7 dias, divididas em 1 a 4 doses diárias. Quando o tratamento for mais prolongado, as doses devem ser de preferência uma vez ao dia, pela manhã. Via oral.

Imunossupressão em doenças de imunidade
- 0,05 a 2 mg/kg por dia: Dose única, pela manhã. Via oral. A duração do tratamento dependerá da resposta do paciente.

Asma aguda ou brônquica persistente grave
- 1 a 2 mg/kg por dia: De 4 a 12 horas, de 3 a 5 dias. Via oral.

Reações

Náuseas, depressão, euforia, mal-estar, soluços.

Riscos

Hiperglicemia, úlcera péptica, osteoporose, glaucoma, pancreatite aguda, fraturas de ossos longos e vértebras, tromboembolismo.

Interação medicamentosa

- Com bupropiona há a diminuição do limiar convulsivo.
- Quando em conjunto com o dexametasona há a diminuição dos efeitos de: Galamina, quetiapina, bloqueadores neuromusculares.
- Prednisolona diminui os efeitos da dexametasona quanto em contato com: fenitoína, rifampicina, fenobarbital, primidona, fosfenitoína, rifapentina, aminoglutetimida.
- Aumenta os efeitos em contato com dexametasona: Fluoroquinolonas, saquinavir, caspofungina.

Doenças relacionadas

alergia

Asma Brônquica

Especialidades médicas

Alergia e Imunologia

Pneumologia

Nomes comerciais

Predsim, Rinisone.

CDB (Denominação Comum Brasileira)

07341