Xefo

Ofertas a partir de R$14,44em 18 farmácias

Sem ofertas

4 mg com rev ct bl al/al x 10

EAN 7896112415220
PMC/SP R$ 5,51
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Sem ofertas

8 mg com rev ct bl al/al x 4

EAN 7896112410294
PMC/SP R$ 3,86
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Sem ofertas

4 mg com rev ct bl al/al x 4

EAN 7896112410287
PMC/SP R$ 2,19
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Sem ofertas

4 mg com rev ct bl al/al x 20

EAN 7896112424345
PMC/SP R$ 10,99
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Sem ofertas

4 mg com rev ct bl al/al x 30

EAN 7896112454144
PMC/SP R$ 16,51
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Sem ofertas

8 mg com rev ct bl al/al x 10

EAN 7896112492290
PMC/SP R$ 9,62
Carregando ofertas...

No momento nenhuma farmácia está ofertando a apresentação deste medicamento.

Deixe seu e-mail para ser notificado quando houver ofertas desta apresentação.

Bula

Xefo é um medicamento anti-inflamatório não hormonal e antirreumático. Ele é indicado no tratamento da dor lombar aguda e crônica, dor pós-operatória e no tratamento da dor e inflamação nas articulações, incluindo artrite reumatoide e osteoartrite.

Xefo deve ser tomado com um copo de água, podendo ser tomado antes, durante ou após as refeições. Sempre tome Xefo exatamente como seu médico orientou. Caso você tenha alguma dúvida, fale com seu médico ou farmacêutico.

Adultos: A dose usual é 8 mg a 16 mg dividido em 2 ou 3 doses. A dose máxima recomendada é 16 mg por dia. Xefo não é recomendado para crianças ou adolescentes abaixo de 18 anos devido à falta de dados. Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não tome Xefo:
- se você for alérgico (hipersensível) ao lornoxicam ou a qualquer um de seus componentes;
- se você for hipersensível (apresentar sintomas como asma, rinite, angioedema ou urticária) a outros medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, incluindo o ácido acetilsalicílico;
- se você sofrer de hemorragia (sangramento) gastrintestinal, hemorragia cerebrovascular (derrame hemorrágico) e outras doenças hemorrágicas;
- se você tiver histórico de hemorragia gastrintestinal ou perfuração, relacionado com uso anterior de anti-inflamatórios não esteroides;
- se você sofrer de úlcera peptídica ativa ou tiver história de úlcera peptídica recorrente;
- se você sofrer de insuficiência hepática grave (incapacidade de o fígado funcionar).

- cimetidina: aumento dos eventos adversos
- anticoagulantes como heparina, femprocumona (podem prolongar o tempo de sangramento - maior risco de sangramento);
- corticóides (aumento do risco de sangramento gastrintestinal e úlceras);
- metotrexato (aumento do risco dos eventos adversos e tóxicos do metotrexato, como alterações sanguíneas, hepáticas e no rim);
- lítio (aumento do risco dos eventos adversos e tóxicos do lítio, como tremor, fraqueza, sede excessiva e confusão);
- agentes imunossupressores como ciclosporina, tacrolimus (aumento do risco dos eventos adversos e tóxicos desses agentes, como alterações no rim);
- medicamentos cardíacos como digoxina (aumento do risco dos eventos adversos e tóxicos da digoxina), inibidores ECA (exemplos captopril, enalapril – pode ocorrer diminuição do efeito anti-hipertensivo), bloqueadores beta-adrenérgicos (exemplos: atenolol, propranolol – pode ocorrer diminuição da eficácia anti-hipertensiva);
- diuréticos (pode ocorrer diminuição da eficácia anti-hipertensiva e diurética e aumento o risco de alterações nos rins);
- antibióticos quinolona (aumento do risco do paciente desenvolver convulsões);
- agentes antiplaquetários (podem prolongar o tempo de sangramento - maior risco de sangramento);
- anti-inflamatórios não esteroides como ibuprofeno, ácido acetilsalicílico (aumento do risco de sangramento gastrintestinal);
- Antidepressivos Inibidores da recaptação de serotonina (IRS) (exemplo: fluoxetina e paroxetina): pode ocorrer aumento do risco de sangramento gastrintestinal - medicamentos para o controle da diabetes como as sulfaniluréias (exemplos: glibenclamida, glicazida, glimepirida – risco aumentado de ocorrer diminuição do açúcar no sangue);
- indutores e inibidores da isoenzima CYP2C9 (exemplos: sulfafenazol, ritonavir – alterações do efeito do lornoxicam e do indutor ou inibidor da isoenzima CYP2C9) - mifepristona (pode ocorrer redução do efeito da mifepristona) - zidovudina (pode ocorrer aumento dos efeitos tóxicos nas células sanguíneas).

Para as seguintes doenças, Xefo somente deverá ser administrado após cuidadosa avaliação do risco-benefício. Tenha cuidado especial com Xefo:
- se você tem insuficiência renal; - se você tem histórico de hipertensão (aumento da pressão arterial) e/ou insuficiência cardíaca, com retenção de líquido e edema (inchaço);
- se você sofre de colite ulcerativa (inflamação do cólon intestinal) ou Doença de Crohn (doença inflamatória intestinal);
- se você tiver histórico de tendência a sangramento. Se você sofre de desordem de coagulação de sangue, insuficiência hepática, é idoso ou será tratado com Xefo por mais de 3 meses, você deve ser monitorado pelo seu médico através de testes laboratoriais freqüentes. Se você sofre ou já sofreu de asma brônquica, informe seu médico. Se você está em tratamento com heparina ou tacrolimus e ao mesmo tempo está em uso de Xefo, informe seu médico sobre sua medicação atual.

- outros analgésicos incluindo inibidores seletivos 2-cicloxigenase (COX2) (aumento do risco de eventos adversos, como sangramento gastrintestinal);

- anticoagulantes como heparina, femprocumona (podem prolongar o tempo de sangramento - maior risco de sangramento);

- corticóides (aumento do risco de sangramento gastrintestinal e úlceras);

- metotrexato (aumento do risco dos efeitos adversos e tóxicos do metotrexato, como alterações sanguíneas, hepáticas e no rim);

- lítio (aumento do risco dos efeitos adversos e tóxicos do lítio, como tremor, fraqueza, sede excessiva e confusão);

- agentes imunossupressores como ciclosporina, tacrolimus (aumento do risco dos efeitos adversos e tóxicos desses agentes, como alterações no rim);

- medicamentos cardíacos como digoxina (aumento do risco dos efeitos adversos e tóxicos da digoxina), inibidores ECA (exemplos captopril, enalapril – pode ocorrer diminuição do efeito anti-hipertensivo), bloqueadores beta-adrenérgicos (exemplos: atenolol, propranolol – pode ocorrer diminuição da eficácia anti-hipertensiva);

- diuréticos (pode ocorrer diminuição da eficácia anti-hipertensiva e diurética e aumento o risco de alterações nos rins);

- antibióticos quinolona (aumento do risco do paciente desenvolver convulsões);

- agentes antiplaquetários (podem prolongar o tempo de sangramento - maior risco de sangramento);

- anti-inflamatórios não esteróides como ibuprofeno, ácido acetilsalicílico (aumento do risco de sangramento gastrintestinal);

- Antidepressivos Inibidores da recaptação de serotonina (IRS) (exemplo: fluoxetina e paroxetina – pode ocorrer aumento do risco de sangramento gastrintestinal) ;

- medicamentos para o controle da diabetes como as sulfaniluréias (exemplos: glibenclamida, glicazida, glimepirida – risco aumentado de ocorrer diminuição do açúcar no sangue);

- indutores e inibidores da isoenzima CYP2C9 (exemplos: sulfafenazol, ritonavir – alterações do efeito do lornoxicam e do indutor ou inibidor da isoenzima CYP2C9);

- mifepristona (pode ocorrer redução do efeito da mifepristona);

- zidovudina (pode ocorrer aumento dos efeitos tóxicos nas células sanguíneas)

Xefo 4 mg Cada comprimido revestido contém: lornoxicam 4 mg. Excipientes: estearato de magnésio, povidona, croscarmelose sódica, álcool isopropílico, celulose microcristalina, lactose monoidratada, macrogol, dióxido de titânio, talco, hipromelose e água.

Xefo 8 mg Cada comprimido revestido contém: lornoxicam 8 mg Excipientes: estearato de magnésio, povidona, croscarmelose sódica, álcool isopropílico, celulose microcristalina, lactose monoidratada, macrogol, dióxido de titânio, talco, hipromelose e água.

Informações Profissionais

  • FABRICANTE

    Biolab

  • TIPO DO MEDICAMENTO

    Referência

  • NECESSITA DE RECEITA

    Sim, Branca Comum

  • PRINCÍPIO ATIVO

    lornoxicam

  • CATEGORIAS DO MEDICAMENTO

    Antiinflamatórios

  • CLASSE TERAPÊUTICA

    Anti-Reumáticos Não Esteroidais Puros

  • ESPECIALIDADES

VEJA MAIS NO CR PRO
Publicidade

Farmácias e Especialistas

Pergunte ao Farmacêutico

8mg, caixa com 30 comprimidos revestidos
Apresentação selecionada:
8mg, caixa com 30 comprimidos revestidos